Pular para o conteúdo principal

Palmeirenses : Papai Noel Não Existe




Caros Palmeirenses, depois desse triste final de 2012, gostaria de informar que cheguei à conclusão que definitivamente Papai Noel não existe para nós.

Escrevi essa singela carta de intenções há 1 ano, ele até nos atendeu com o título da Copa do Brasil, mas que adiantou esse título se, como consequência, tivemos o pior segundo semestre da nossa história?

Portanto Papai Noel, a partir desse Natal, os Palmeirenses estão definitivamente renegando sua existência, e colocando todas as suas expectativas nos dois candidatos à presidência e nos 286 conselheiros que irão escolher o Presidente que terá uma das maiores missões que qualquer outro presidente da história do clube.

Senhores candidatos e conselheiros, em nome de mais de 15 milhões de Palmeirenses, vos escrevo uma pequena lista de intenções para 2013:

- Contratação de profissionais com competência e currículo comprovado para as diretorias de futebol, marketing, financeiro;

- Mudança radical no estatuto, principalmente abrir portas para que novas lideranças possam surgir e que o conselho possa realmente ser renovado em sua maioria;

- Renegociação das dívidas, prolongando as dívidas de curto prazo, que estão matando com o fluxo de caixa de curto prazo do Palmeiras;

- Contratação de 5 jogadores competentes e eficazes para a zaga, lateral esquerda, médio volante, meia armador e segundo atacante.

Esses quatro pilares serão a válvula propulsora das mudanças mais radicais que deixei como  mensagem neste outro post, e que também fazem parte da nossa lista de desejos.

Que os senhores conselheiros votem pelos seus filhos e netos, e não em troca de cargos e privilégios. Vocês devem servir ao Palmeiras e não se servir do Palmeiras.

Como complemento da lista acima, gostaria muito que algumas figuras nefastas que ainda vagam pelas alamedas do Palmeiras, aqueles que eu os batizei como Mortos Vivos, se transformassem em fantasmas, ou somente quadro nas paredes, na vida política do clube em 2013.  Dessa forma com certeza teremos mais confiança que as mudanças acima esperadas se concretizem.

Que daqui a 365 dias, quando relermos essa carta, espero que tenhamos mais a agradecer ao futuro presidente e aos novos conselheiros que irão tomar posse em fevereiro, do que a enviar uma série de lamentações e frustrações como as tristes palavras que qualquer Palmeirense irá encerrar o ano futebolístico de 2012.

2013 será o ano 1 D.T., depois de Tirone.

Que chegue logo o dia 21/01/2013, esse sim será o Ano Novo do Palmeiras.





2013 será o marco zero da reconstrução do Palmeiras!!!!

Comentários

  1. "Que os senhores conselheiros votem pelos seus filhos e netos"
    Essa frase resume tudo!!!
    Parabéns Paciello.

    ResponderExcluir
  2. Meu respeito a toda torcida Palmeirense pela demostração de amor ao seu clube. Quero sugeri que leem o CASE: VAI CORINTHIANS - EXEMPLO A SER SEGUIDO (http://minhacronicasemanal.blogspot.com.br/2012/12/case-vai-corinthians-um-exemplo-ser.html). Um caso de sucesso do adversário, que estava ha 5 anos na situação que hoje está o Palmeiras, com seriedade e trabalho,hoje é o clube de maior sucesso no futebol do Brasil.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os Alienistas

Tudo começou em 1995, na final da Supercopa São Paulo de Juniores. Após o gol de ouro que deu o título ao Palmeiras, os palmeirenses invadiram o gramado para comemorar e foram provocar os são paulinos, que, aproveitando a pouca presença de policiais, invadiram o gramado, transformando o campo de jogo na primeira batalha campal entre torcidas organizadas transmitidas ao vivo pela TV. 
As consequências foram a morte do garoto Márcio Gasparin, a condenação de Adalberto Benedito do Santos e, pela primeira vez, as organizadas Mancha Verde e Independente foram extintas pelo promotor público Fernando Capez, que comentou na época: “Era necessário um tratamento de choque.”
Como na belíssima obra O Alienista, de Machado de Assis, a partir dessa época começou a batalha dos Alienistas contra a festa popular nas arquibancadas do Brasil. Depois dessa medida, as bandeiras, instrumentos, faixas, papéis picados, rojões, fogos de artifício, sinalizadores foram proibidos, além de não poder vender cerveja.…

O Dono e os Chefs

Após sete mudanças de treinadores em apenas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A, vários colunistas estão criticando o que já é recorrente na gestão do clubes brasileiros, a troca de treinadores por maus resultados ou expectativas não alcançadas.
Para tentar ilustrar de uma forma mais lúdica as consequências deste comportamento inaceitável dos gestores esportivos, convido o leitor a ler a seguinte historia:
O Dono e os Chefs
Uma churrascaria acaba de trocar de dono no início de dezembro e, como o negócio não ia bem, o dono resolveu trocar de churrasqueiro, pois os clientes estavam reclamando da qualidade da comida, tanto que as vendas estavam baixas recentemente.
O novo mestre churrasqueiro, juntamente com o dono, estavam com várias ideias e decidiram aumentar a variedade de carnes no cardápio. No começo do ano a curiosidade dos clientes fez com que aumentassem as vendas mas,  após 3 meses, os clientes já perceberam que a qualidade e a expectativa com o novo churrasqueiro fi…

Os fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores parte 2 : Precificação

Na semana passada iniciei uma série de posts referentes aos fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores. O próximo fator que gostaria de compartilhar com vocês é a precificação dos ingressos.
Como ponto de partida dessa análise, vamos avaliar o comportamento do torcedor do São Paulo em alguns jogos no Morumbi:
23/03/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 1 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 3.118 Renda Bruta: R$ 123.026 Ticket Médio: R$ 39,49
06/07/2016 – Copa Libertadores da América São Paulo 1 x 2 Atlético Nacional (semi final) Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 61.766 Renda Bruta: R$ 7.526.480 Ticket Médio: R$ 121,85
22/10/2016 – Campeonato Brasileiro São Paulo 2 x 0 Ponte Preta Dia da semana: sábado Horário: 17:00h Público Pagante: 49.673 Renda Bruta: R$ 600.541 Ticket Médio: R$ 12,09
12/02/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 5 x 2 Ponte Preta Dia da semana: domingo Horário: 17:00h Público Pagante: 50.952 Renda Br…