Pular para o conteúdo principal

Postagens

Público e Renda: Campeonato Brasileiro Série A - Rodada 14 e 15

Após mais duas rodadas a avaliação que podemos fazer do comportamento do torcedor no Brasileirão se remete ao ditado português “Tudo como dantes no quartel de Abrantes” , que significa que tudo permanece sempre na mesma, sem alteração. 
Passadas cinco rodadas da R10, a média de público pagante, renda bruta, taxa de ocupação e ticket médio permanecem quase inalterados. São 15,4 mil pagantes/ jogo, R$ 550 mil/jogo de renda bruta, 42% de taxa de ocupação e ticket médio de R$ 28,58.
Quando Corinthians, Palmeiras e Grêmio jogam como mandantes na mesma rodada a média geral aumenta, tanto que a R14 teve a maior média de público pagante (21.013/jogo) e maior média de renda bruta (R$ 922 mil/jogo). A R14 teve o jogo Vasco x Santos disputado com portões fechados devido aos incidentes da semana anterior em São Januário. O jogo Cruzeiro x Flamengo também contribuiu para esse resultado, sendo a maior renda do Cruzeiro no campeonato até o momento.
Quanto ocorrem rodadas no meio de semana a média de pú…
Postagens recentes

Público e Renda: Campeonato Brasileiro Série A - Rodada 12 e 13

Basta!!!!

Infelizmente tivemos 3 mortes envolvendo brigas de torcedores entre sexta dia 07/07 e quarta feira dia 12/07.
Tudo começou na sexta feira a noite com a morte de um torcedor do num confronto entre integrantes das organizadas do Sport e do Santa Cruz em Recife. No sábado Vasco e Flamengo jogaram em São Januário e, após o apito final, "torcedores" do Vasco da Gama começaram um tumulto que rapidamente se espalhou por toda a arquibancada, culminando na morte de um torcedor nas imediações do estádio. Uma cena lamentável e traumática para quem não tem nada a ver com esse clima violento.
Na última quarta feira outra morte, dessa vez de um torcedor do Palmeiras após uma briga com corintianos a poucos quilômetros do Allianz Parque logo em seguida ao final do Derby que foi realizado na arena do Palmeiras.~
De acordo com a pesquisa "Os 17 motivos para não ir ao estádio" (Pluri Consultoria,2013), os principais motivos que afastam os torcedores do estádio no Brasil são: a)…

PERDER, GANHAR, VIVER

Vi gente chorando na rua, quando o juiz apitou o final do jogo perdido; vi homens e mulheres pisando com ódio os plásticos verde-amarelos que até minutos antes eram sagrados; vi bêbados inconsoláveis que já não sabiam por que não achavam consolo na bebida; vi rapazes e moças festejando a derrota para não deixarem de festejar qualquer coisa, pois seus corações estavam programados para a alegria; vi o técnico incansável e teimoso da Seleção xingado de bandido e queimado vivo sob a aparência de um boneco, enquanto o jogador que errara muitas vezes ao chutar em gol era declarado o último dos traidores da pátria; vi a notícia do suicida do Ceará e dos mortos do coração por motivo do fracasso esportivo; vi a dor dissolvida em uísque escocês da classe média alta e o surdo clamor de desespero dos pequeninos, pela mesma causa; vi o garotão mudar o gênero das palavras, acusando a mina de pé-fria; vi a decepção controlada do presidente, que se preparava, como torcedor número um do país, para viv…

Público e Renda: Campeonato Brasileiro Série A - Rodada 11

Copo meio cheio ou meio vazio?


Qual a melhor forma de analisar a rodada 11 vai depender da visão que se quer enxergar, pois após quatro rodadas de final de semana com média de público pagante acima de 17 mil, a rodada 11 foi a segunda pior em jogos de final de semana,  com 14.741 pagantes, mesmo com Palmeiras, Flamengo e Corinthians jogando como mandantes.
Corinthians e Palmeiras mantiveram suas altas médias de público, mesmo com o Palmeiras jogando no Pacaembu, onde mais de duas mil pessoas entraram gratuitamente devido lei municipal em equipamento público. Já o Corinthians teve sua segunda maior renda e público pagante em seus jogos com 40.341 pagantes e R$ 2,2 milhões de renda bruta.
Flamengo vai compensando a baixa capacidade da Arena do Urubu com alto ticket médio, conseguindo obter no jogo do último domingo a média de R$ 73,50.
Os demais jogos ficaram abaixo dos 20 mil pagantes, inclusive nos clássicos de Belo Horizonte e Salvador. Os outros cinco jogos ficaram abaixo dos 10 mil pag…

O consumo per capita das maiores torcidas do Brasil

Na semana passada efetuei uma análise sobre a efetividade das atuais gestões em converter a base de torcedores em sócio torcedores e em compra de ingressos para os jogos de futebol. Aprofundando um pouco mais o estudo surgiu a curiosidade em calcular qual seria o consumo per capita dos torcedores das maiores torcidas do Brasil.
A base de torcedores utilizada foi a pesquisa de 2016 do Instituto Paraná Pesquisas, pois é a mais recente do mercado. Como base do consumo de cada torcida foram utilizados os dados compilados pelo Rodrigo Capelo do blog Época Esporte Clube, onde foi considerado como consumo dos torcedores as receitas com bilheteria, sócios torcedores e sócios patrimoniais. No caso do Corinthians, apesar do balanço não considerar receitas com bilheteria, na análise foi considerado R$ 48 milhões líquidos com essa fonte de receita, de acordo com o balanço do fundo do estádio.
Na tabela abaixo podemos observar ranking de consumo per capita considerando como base o total de torcedore…

Campeonato Brasileiro 2017 : Análise dos maiores públicos e arrecadações até R10

Conforme mencionado no post anterior, segue balanço consolidado do primeiro quarto do Brasileirão 2017 dos maiores sucessos de público e renda:
- Média Público Pagante: 15.423 - Média Renda Bruta: R$ 533 mil - Média Taxa de Ocupação: 41% - Ticket Médio: R$ 28,27
Até a R10 o Brasileirão 2017 está com a melhor média de público pagante e taxa de ocupação dos últimos quatro anos, além de ser a segunda melhor média de renda bruta e ticket médio, perdendo apenas para 2015.
Os jogos de maiores sucessos são os seguintes:
Público Pagante 1) Grêmio x Corinthians : 50.116 2) Flamengo x Atlético Mineiro: 43.909 3) Corinthians x São Paulo: 42.443
Renda Bruta 1) Corinthians x São Paulo: R$ 2.386.356 2) Palmeiras x Fluminense: R$ 2.126.139 3) Palmeiras x Atlético Mineiro: R$ 2.118.119
Taxa de Ocupação 1) Corinthians x São Paulo: 94% 2) Grêmio x Corinthians: 90% 3) Corinthians x Santos: 89%
Ticket Médio 1) Palmeiras x Fluminense: R$ 64,30 2) Palmeiras x Vasco: R$ 63,12 3) Flamengo x Chapecoense: R$ 62,12
Referente aos time…

Sócio Torcedor e Bilheteria: Os times com melhores e piores performance em 2016

Durante a última semana saiu o relatório do Itaú BBA com a Análise Econômico - Financeira dos Clubes de Futebol Brasileiros de 2017. Esse relatório serve de parâmetro para analisarmos a performance da gestão financeira e dos demais recursos dos principais times brasileiros de futebol.
Recentemente efetuei uma análise sobre os times com as melhores e piores performances em termos de gestão dos gastos salariais e o resultado em campo no Brasileirão 2016 da série A.
Baseado na mesma metodologia da análise efetuada em maio, o ranking foi efetuado de acordo com o GAP (diferença entre a classificação em faturamento com bilheteria e sócio torcedor e a posição no ranking de torcidas). Quanto maior o GAP, melhor a performance e vice versa.
Os dados foram coletados do relatório do Itaú BBA 2017 e posteriormente foram classificados dentro da metodologia proposta para se efetuar uma análise referente à eficiência e eficácia dos departamentos de marketing em relação ao faturamento com bilheteria e só…