Pular para o conteúdo principal

Missão 2/9 Cumprida




Conforme o post Pragmatismo Verde e Branco, a missão 2/ 9 foi cumprida.

Os jogadores cumpriram seu papel conforme o desejo dos torcedores.  O que demonstraram ontem foi o mínimo esperado pela torcida, ou seja, dedicação e intensidade em todo o tempo.
Queremos que todos joguem da forma como jogaram ontem e como contra o Sport.

A maior preocupação da torcida não é que o time seja tão ruim tecnicamente em comparação aos piores times da série A, mas sim que o potencial do time do Palmeiras não condiz com a classificação atual. O Palmeiras tem elenco suficiente para se classificar entre os 10 primeiros no mínimo, e sem sustos.

A saída de Felipão foi lamentada por milhões de torcedores, mas naquele momento algo teria que ser feito, e o próprio Scolari pediu para sair, como já está comprovado nas declarações de alguns jogadores.

Se o time mantiver essa pegada, entrega e intensidade, a confiança aumentará e as jogadas começarão a dar certo, bem como as bolas também começarão a não entrarão no nosso gol, como a bola na trave de ontem.

Como o time depende muito das assistências de Marcos Assunção e nesse momento no nosso meia mantém sua performance mediana. O time tem que explorar os pontos fortes e que estão sendo eficazes.

Portanto, bola para o Assunção!


Assim adicionamos essa estratégia como mais uma para se encaixar no pragmatismo necessário para atingir as 7 missões restantes.

Parabéns ao Gilson Kleina, que conseguiu juntamente com os jogadores que o time voltasse a jogar com a mesma entrega dos jogos finais da Copa do Brasil.

Nos próximos 3 jogos teremos mais 2 missões a serem cumpridas. Precisamos dos 6 pontos contra Ponte Preta e Coritiba em casa. Entre essas duas missões teremos um clássico contra o São Paulo no Morumbi. Para esse jogo especificamente, um empate não é nenhum milagre, e talvez uma vitória não seja surpreendente, por se tratar de um clássico e também se o Palmeiras vier embalado por duas vitórias.

O aproveitamento do primeiro time fora do Z4 até a R25, o Coritiba, é de 37%. Este aproveitamento deve ser a nota de corte para o primeiro fora do Z4. Portanto, se o Palmeiras empatar contra o São Paulo e cumprir suas duas próximas missões, o aproveitamento aumentará dos atuais 29% para 34%. Aumentando muito as chances de sair do Z4.

Na semana que o Palmeiras completou 70 anos de sua Arrancada Heróica, que os ventos e o mesmo espírito dos nossos heróis daquela data histórica sirvam como combustível necessário para que esses 13 jogos, contando com o de ontem, entrem para nossa história como mais uma arrancada que fique marcada na história, muito mais como lição para que os futuros dirigentes do Palmeiras aprendam como não gerir o Futebol de um dos maiores times de futebol do Planeta.

Parabéns aos jogadores e comissão técnica, os únicos que podem tirar o Palmeiras dessa situação, pois se dependermos dos atuais integrantes da Presidência e da Diretoria de Futebol, estaremos na série B, o mesmo nível de competência dos atuais responsáveis pela “gestão” do Futebol. Série B também fazem parte os cerca de 150 conselheiros que votaram nesses senhores há 19 meses atrás, e que continuam com o mesmo pensamento mesquinho que conduziu o Palmeiras à atual situação.

Estamos muito perto de aprovar as diretas e desde já convoco a nação Palmeirense para estar presente na reunião do conselho que será dia 1/10 para pressionar todo o conselho pela aprovação das Diretas para 2014. Essa vitória será muito mais importante do que a conquista da Copa do Brasil, pois será o início das mudanças estatutárias que começarão a colocar o Palmeiras, campeão do século XX, na rota da conquista do mesmo título no final desse século, para alegria e orgulho dos nossos fundadores e também dos nossos descendentes.





Comentários

  1. Boa Paciello!
    Continuo firme e otimista.
    Vamos pensar um jogo de cada vez.
    Vitoria contra a Ponte no próximo sábado!
    abs
    @luizmousinho

    ResponderExcluir
  2. Somos Palmeiras, somos gigantes Mousinho!!!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os desafios dos Programas de Sócio Torcedor no Brasil

Durante a semana foi divulgado queda no programa sócio torcedor do Flamengo. De acordo com o blog do Rodrigo Mattos a  falta de jogos com torcida da Libertadores e o esvaziamento do Carioca são os principais pontos de abandono. O departamento de marketing identificou outros problemas: falta de um estádio, política de preços de ingressos para jogos jogos de menor apelo, o sistema de atendimento do torcedor e as vantagens oferecidas ao membro que se associa, além de reclamações com política de diretoria.
Desde o ano passado estamos notando uma estagnação deste tipo de programa na grande maioria dos times brasileiros. Participei de um projeto visando melhorias para um dos maiores programas do gênero em um time da cidade de São Paulo, onde fizemos grupos focais e pesquisas on line, mas muitas das sugestões não foram implementadas.
O que pude perceber na opinião dos torcedores que responderam a pesquisa foram sugestões de melhorias de atendimento, mais serviços, produtos e experiências, além…

Pizzaria Paulista

A rede Pizzaria Paulista, criada em 1902, vem a público divulgar o balanço das suas 16 franquias espalhadas no estado de São Paulo no período de 17 de janeiro a 11 de março de 2018.
Em 2018 tivemos as 3 tradicionais franquias da capital, juntamente com uma das mais famosas unidades, que fica no litoral. Além dessas 4 tradicionais franquias,  constam no balanço unidades de cidades com bom nível de renda per capta e com populações elevadas, sendo duas unidades na Grande São Paulo, mais duas unidades na cidade de Campinas, além de uma unidade em Ribeirão Preto, Araraquara, Sorocaba entre outras ricas cidades do interior paulista.
Em 2018, mesmo com a rede presente nas principais regiões do estado, tivemos uma redução de 9% na presença de clientes. Foram 70 mil pessoas a menos do que no ano passado, primeiro ano após a redução no número de franquias.
Além dessa redução, perdemos R$ 700 mil reais em faturamento bruto, 2% menor do que 2017. Por outro lado o ticket médio subiu 7% , R$ 2,60 a ma…

Hoje é dia de Derby

Derby, uma palavra inglesa que acompanhada dos grandes rivais Palmeiras e Corinthians, cria vida própria. As emoções que remetem a este grande clássico do futebol mundial transcendem as quatro linhas, os 90 minutos, o estádio e, em vários casos, se transformam em lendas, epopeias, grandes batalhas. Vilões se transformam em ídolos e vice versa, menos que por efêmeros momentos. Jogos como estes são capazes, como na vida real e não por acaso, de mudar o rumo dos times nos campeonatos, inverter completamente o estado de espírito, de autoconfiança reinante em cada um dos lados. São raros os confrontos que possuem esse poder mágico de mexer com toda uma cidade, uma nação e que, por 90 minutos, se transformam na coisa mais importante da vida. Muitos podem estar perguntando qual a origem desse termo dentro do futebol. Segue abaixo uma versão resumida que encontrei na internet:
A origem vem da palavra "derby" – ou dérbi, segundo o aportuguesamento da palavra original inglesa, proposto p…