Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2012

War : Império Palestrino

Para quem tem cerca de 35 anos com certeza teve a oportunidade de jogar o jogo War. 3 contra 1 Dudinka 2 contra 2 Vladivostoky 1 contra 2 Sumatra e Bornéu Conquistar Europa, América do Sul e Oceania O jogo mais legal era jogar em dois ou três colegas com o objetivo de conquistar o mundo. A sensação de vitória era muito boa, parecia que eu tinha ganhado um Clássico contra os Gambás. Com certeza eu aprendi toda a geografia dos países e continentes através desse jogo, muito mais do que nas chatas aulas de geografia que tínhamos na escola. Depois veio o War II, que tinha ataque de avião e os centros estratégicos. Também joguei essa versão, mas nada se compara à primeira. Dando uma olhada na internet verifiquei que existem também as versões War Edição Especial, War Júnior e War: Império Romano. Quando eu vi essa versão, me veio o insight que faltava para o post semanal. A ideia original deste post foi a aprovação do Código Florestal no Congresso Nacional de acordo com os interesses dos ruralista…

Palmeiras : Ser ou não ser

“ Ser ou não ser, eis a questão: será mais nobre Em nosso espírito sofrer pedras e setas Com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja, Ou insurgir-nos contra um mar de provações E em luta pôr-lhes fim? Morrer.. dormir: não mais.” Hamlet – William Shakespeare


Palmeirenses de todas as partes do universo, a hora é agora. No momento estamos, sim, sofrendo com pedras e setas vindas de todos os lados e são nessas horas que toda a nação alviverde vai buscar a força e energia necessária para saborear a experiência da nobreza divina de SER PALMEIRAS. Não é hora de morrer, dormir, se omitir, se envergonhar, se apequenar, mas sim de mostrar que estamos vivos, despertos, ativos, orgulhosos para mostrar ao mundo que o Palmeiras sempre será PALMEIRAS. Amanhã é dia de sair pra rua demonstrando o orgulho que só quem é o Campeão do Século pode exibir. Amanhã é dia de todos os adversários sentirem nas suas entranhas que o PALMEIRAS nunca deixará de ser temido, respeitado, reverenciado, admirado. Quando falo de PALM…

Em Busca do Elo Perdido

Na última quinta feira, depois de mais um dilúvio em São Paulo, os pré-candidatos ao conselho do Palmeiras para 2013 se reuniram no clube para uma reunião preparatória para a Assembleia do Grupo Fanfulla, que seria realizada no sábado 14/04/2012. Momentos antes de iniciarmos a reunião, eu me dirigi ao Jota e o fiz uma pergunta visando explorar o vasto histórico que ele possui sobre o Palmeiras: Marcelo: “Jota, o Palmeiras era uma das maiores potências esportivas até a metade da década de 70, qual o motivo dessa decadência? Onde está o Elo Perdido? Jota : “ Marcelo, é só você olhar a foto da diretoria no final de 1976 e a foto do início de 1977. Somente uma pessoa que não estava na foto de 76 aparece na foto de 77. Os demais diretores são os mesmos. Você consegue imaginar quem é esta pessoa? “ Não quero e nem preciso mencionar o nome desta pessoa que se tornou alvo de ódio mortal dos verdadeiros Palmeirenses e que foi o responsável direto por toda a decadência dos últimos 30 anos que o no…

O Concerto

Utilizando a técnica desenvolvida por Carl Jung, quais são as associações que vêm à cabeça referente à palavra Concerto? Seguem abaixo as minhas associações: Virtuose Alegria Harmonia Perfeita Conjunto Música Clássica Erudito
Nos últimos dias tive o privilégio de degustar a concertos em várias formas, e como as associações acima descritas, todas elas se encaixam perfeitamente às degustações. A idéia deste post veio do filme O Concerto. Um filme francês passado na Rússia que fala sobre um maestro e um grupo de virtuoses judeus que faziam parte da Orquestra Sinfônica Bolshoi e perderam seus empregos e suas posições sociais. Para os amantes da música é imperdível, para quem trabalha com gestão de pessoas também. O filme não tem contra indicações e faz parte do meu momento atual onde estou assistindo a filmes fora do padrão enlatado de Hollywood e que domina o atual mercado brasileiro de cinema. É lamentável que um país que se diz emergente engole tudo que vem de fora, só por que é falado em inglê…