Pular para o conteúdo principal

Os números da Copa 2014




Finalizando o tema Copa do Mundo, vamos aos destaques estatísticos:

- Total de Gols - 171, igualando a Copa de 1998, que foi a primeira a ser disputada com 32 seleções.

- Média gols de 2,67 gols/partida

- Resultados mais comuns:  1) 2 x 1 (13 jogos), 2)  0 x 0 (11 jogos), 3) 1 x 0 (10 jogos)

- Resultados com no máximo 1 gol / partida foram 33% do total

- Resultados com dois gols / partida foram 12% do total

- Resultados com três gols / partida foram 33% do total

- Contrariando a média da Copa de 2010, que em 16% dos jogos tivemos 4 ou mais gols, a Copa de 2014 teve 26% dos jogos , num total de 17 jogos com esse tipo de resultado.

- Repetindo 2010, houve apenas uma virada na fase eliminatória, no jogo Holanda 2 x 1 México pelas oitavas de final

- A Argentina, quase repetiu a Espanha, que em 2010 não tomou nenhum gol na fase eliminatória e foi a Campeã. Por alguns minutos a Argentina não repetiu o êxito.

- 42% dos gols foram de jogadas construídas, 29% dos gols de bola parada e 26% de jogadas de contra ataque.

- 58% dos gols saíram no segundo tempo, sendo que 25% dos gols saíram após os 35 minutos do segundo tempo


Os destaques por seleção foram:

- Melhor ataque: Alemanha (18 gols)

- Melhor defesa : Costa Rica (2 gols)

- Alemanha e Argentina foram as seleções que fizeram mais gols nos primeiros 15 minutos ( 3 gols cada um)

- Holanda foi a seleção que mais fez gols nos últimos 15 minutos de jogo ( 6 gols)

- Alemanha foi a seleção que mais fez gols em jogada construída (9 gols)

- Holanda foi a seleção que mais fez gols de contra ataque ( 6 gols)

- Alemanha e Colômbia foram as seleções que mais fizeram gols de bola parada ( 6 gols cada um)

- Seleção com maior média de posse de bola : Alemanha ( 35 minutos/partida)

- Seleção com maior número de chutes a gol por partida : Gana ( 19/ partida)

- Seleção com maior número de passes por partida: Alemanha ( 778 / partida - 86% precisos)

- Seleção com maior número de passes chaves: Alemanha ( 22/ partida - 56% precisos)

- Seleção com maior número de divididas ganhas : Bélgica ( 179 / partida - 55% precisas)

- Seleção que mais recuperou bola  : Gana (71 / partida )

* Fonte: Instat Football


Os destaques individuais por ação em campo foram:

- Artilheiro : James Rodrigues (Colômbia) com 6 gols

- Assistência - Cuadrado (Colômbia) com 5 assistências

- Jogador que mais chutou ao gol : Benzema (França)  com 31 chutes e 48% corretos

- Jogador com mais passes precisos : Kroos (Alemanha)  com 647 passes e 89% corretos

- Jogador com maior número de passes perigosos: Muller (Alemanha) com 32 passes sendo 66% corretos

- Jogador que mais ganhou dividas : De Vrij (Holanda) com 116 divididas 

- Jogador com maior recuperação de bola: Mascherano (Argentina) com 64 recuperações

- Jogador com maior número de chutes certeiros: Messi (Argentina)  64 chutes

- Jogador que mais tomou a bola do adversário : Mascherano (Argentina) com 38 recuperações

* Fonte: Instat Football

Cada vez mais fica claro que os números do jogo não são apenas dados estatísticos, mas sim demonstram que os melhores em cada ação são geralmente as seleções que mais conseguem os melhores resultados, tanto coletiva como individualmente.

Em nenhum quesito apareceu a seleção do Brasil como destaque, comprovando em números a baixa performance em campo.

Como havia mencionado no início da Copa e também baseado na última Copa do Mundo, a previsão para os quatro semi finalistas seriam os dois melhores ataques, a melhor defesa e uma equipe que mesmo com resultados inferiores, devido aos cruzamentos poderia seguir adiante.

A Alemanha e Holanda foram os dois melhores ataques, a Argentina foi uma das melhores defesas, tanto que não tomou nenhum gol na fase eliminatória, apenas na prorrogação e o Brasil foi a seleção que só chegou na semi final devido ao cruzamento com a Colômbia nas quartas de final.

Para fechar o tema, baseado no Relatório do Valor das Seleções realizado pela Pluri Consultoria em parceria com o jornal Valor Econômico, vamos ver quanto valeu cada vitória, gol e pontos das quatro semifinalistas:

Valor de mercado dos jogadores da  Alemanha  R$ 1.76 bi
Valor de mercado dos jogadores do Brasil          R$ 1.6 bi
Valor de mercado dos jogadores da  Argentina   R$ 1.3 bi
Valor de mercado dos jogadores da  Holanda     R$ 667 mi

Vitória - Considerando prorrogação e disputa em pênaltis:
Brasil -        R$ 400 milhões/ vitória
Alemanha - R$ 293 milhões / vitória
Argentina -  R$ 216 milhões/ vitória
Holanda -    R$ 111 milhões/vitória

Pontos - Considerando apenas os 90 minutos:
Brasil -        R$ 145 milhões / ponto
Alemanha - R$ 117 milhões  / ponto
Argentina - R$   87 milhões / ponto
Holanda -   R$  39 milhões / ponto

Gols - Considerando prorrogação 
Argentina - R$ 162 milhões/ gol
Brasil -       R$ 145 milhões/ gol
Alemanha - R$  98 milhões/gol
Holanda -   R$  44 milhões/gol

Os números demonstram que a Holanda foi a seleção que mais conseguiu diluir seu valor de mercado por vitória, pontos e gols marcados, enquanto o Brasil foi o que menos conseguiu êxito nesse quesito.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Alienistas

Tudo começou em 1995, na final da Supercopa São Paulo de Juniores. Após o gol de ouro que deu o título ao Palmeiras, os palmeirenses invadiram o gramado para comemorar e foram provocar os são paulinos, que, aproveitando a pouca presença de policiais, invadiram o gramado, transformando o campo de jogo na primeira batalha campal entre torcidas organizadas transmitidas ao vivo pela TV. 
As consequências foram a morte do garoto Márcio Gasparin, a condenação de Adalberto Benedito do Santos e, pela primeira vez, as organizadas Mancha Verde e Independente foram extintas pelo promotor público Fernando Capez, que comentou na época: “Era necessário um tratamento de choque.”
Como na belíssima obra O Alienista, de Machado de Assis, a partir dessa época começou a batalha dos Alienistas contra a festa popular nas arquibancadas do Brasil. Depois dessa medida, as bandeiras, instrumentos, faixas, papéis picados, rojões, fogos de artifício, sinalizadores foram proibidos, além de não poder vender cerveja.…

O Dono e os Chefs

Após sete mudanças de treinadores em apenas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A, vários colunistas estão criticando o que já é recorrente na gestão do clubes brasileiros, a troca de treinadores por maus resultados ou expectativas não alcançadas.
Para tentar ilustrar de uma forma mais lúdica as consequências deste comportamento inaceitável dos gestores esportivos, convido o leitor a ler a seguinte historia:
O Dono e os Chefs
Uma churrascaria acaba de trocar de dono no início de dezembro e, como o negócio não ia bem, o dono resolveu trocar de churrasqueiro, pois os clientes estavam reclamando da qualidade da comida, tanto que as vendas estavam baixas recentemente.
O novo mestre churrasqueiro, juntamente com o dono, estavam com várias ideias e decidiram aumentar a variedade de carnes no cardápio. No começo do ano a curiosidade dos clientes fez com que aumentassem as vendas mas,  após 3 meses, os clientes já perceberam que a qualidade e a expectativa com o novo churrasqueiro fi…

Os fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores parte 2 : Precificação

Na semana passada iniciei uma série de posts referentes aos fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores. O próximo fator que gostaria de compartilhar com vocês é a precificação dos ingressos.
Como ponto de partida dessa análise, vamos avaliar o comportamento do torcedor do São Paulo em alguns jogos no Morumbi:
23/03/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 1 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 3.118 Renda Bruta: R$ 123.026 Ticket Médio: R$ 39,49
06/07/2016 – Copa Libertadores da América São Paulo 1 x 2 Atlético Nacional (semi final) Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 61.766 Renda Bruta: R$ 7.526.480 Ticket Médio: R$ 121,85
22/10/2016 – Campeonato Brasileiro São Paulo 2 x 0 Ponte Preta Dia da semana: sábado Horário: 17:00h Público Pagante: 49.673 Renda Bruta: R$ 600.541 Ticket Médio: R$ 12,09
12/02/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 5 x 2 Ponte Preta Dia da semana: domingo Horário: 17:00h Público Pagante: 50.952 Renda Br…