Pular para o conteúdo principal

Us and Them


Para quem é amante da boa música, automaticamente o título acima nos remente a um dos inúmeros clássicos do célebre álbum Dark Side at the Moon do Pink Floyd. Vou pedir licença a Roger Waters e Rick Wright para utilizar o mesmo título para esse post, mas dessa vez o tema será uma das grandes rivalidades existentes no futebol brasileiro, e seus altos e baixos no atual momento de cada um dos clubes.

Antes de iniciar a leitura, para acalmar os ânimos e desfrutar de uma boa música, sugiro você descer até o final do post e clicar play para escutar a música enquanto efetua a leitura. Vale à pena aguçar e despertar os outros sentidos.
Após o definitivo encerramento da temporada 2012 do futebol brasileiro na manhã desse domingo, não dá ficar insensível à conquista do Corinthians sobre o Chelsea.
Claro que como Palmeirense, ainda mais reforçado pelo nosso melancólico final de ano, as comemorações dos nossos rivais despertaram uma sensação de mudanças urgentes dentro do Palmeiras.
O que serve de maior aprendizado deles é que, há 5 anos eles estavam exatamente na mesma situação do Palmeiras em 2012, recém rebaixados para a série B.
Como as boas práticas sempre servem de aprendizado, vamos a um breve resumo do que eles fizeram para nos servir de aprendizado:
- redução de 400 para 300 conselheiros no conselho deliberativo
- redução dos conselheiros vitalícios de 200 para 100
- 3 anos mandato para os conselheiros e do presidente (sem reeleição)
- contratação de um nome forte para o marketing para aumentar receita ( Luis Paulo Rosemberg )
- contratação de um técnico com bons resultados em time grande ( Mano Menezes )
- profunda renovação do elenco em 2008, trazendo jogadores com potencial, sem grandes estrelas
- Vice Campeão Da Copa do Brasil e Campeão da Série B em 2008
- contratação de Ronaldo Fenômeno no final de 2008, revolucionando o formato de contratações de grandes estrelas no futebol brasileiro
- vários jogadores potenciais de 2008 confirmara seu futebol durante a temporada ( André Santos, Chicão, Elias, Cristian)
- reforço da equipe com jogadores pontuais em posições carentes em 2009, mantendo a base de 2008
- o Corinthians com Ronaldo conseguiu uma exposição na mídia e com patrocinadores acima da média dos clubes brasileiros
- início de um processo de contratação de jogadores sem muita expressão, mas com potencial de desenvolvimento com planejamento a médio prazo ( ex: Jucilei)
- Campeão Paulista e da Copa do Brasil em 2009
- Eliminado nas oitavas de final da Libertadores de 2010
- Mano Menezes foi indicado como técnico da Seleção Brasileira em julho de 2010
- Terceiro Lugar no Brasileiro de 2010, após oscilações com os novos treinadores Adilson Batista e depois Tite, disputando o título até as últimas rodadas
- Momento de maior crise no período pós rebaixamento com a eliminação na Pré Libertadores de 2011 pelo Tolima da Colômbia.
- Manutenção de Tite como treinador após eliminação da Pré Libertadores
- Nova reformulação no elenco com a saída de Roberto Carlos, Ronaldo e outros jogadores desgastados e reconstrução do elenco para 2011
- Vice Campeão Paulista e Campeão Brasileiro de 2011
- Campeão da Libertadores da América de do Mundial da Fifa em 2012
Atualmente eles têm o maior faturamento do Brasil, fechando os maiores contratos de patrocínios e TV do Brasil. Um dos elencos mais valorizados do país, sem que tenham gastado enormes fortunas com contratações e salários. O marketing deles é um dos melhores cases de sucesso no futebol brasileiro.
Sabemos que as influências de bastidores foram importantes em várias decisões a favor deles como o novo estádio, arbitragens duvidosas, preferência explícita da mídia, mas  também temos que ter consciência que, mesmo com as ações de bastidores, que sempre existiram  e sempre existirão, sem um elenco forte e um trabalho sólido como a atualmente efetuado pela comissão técnica e diretoria, não seria possível de se conquistar os títulos por eles obtidos.
E o que cabe a nós nesse momento?
Tivemos a oportunidade de fazer as mudanças em 2002, mas o conselho estava todo dominado pelo eixo do mal. Após forte mobilização de Palmeirenses, os ares do conselho aos poucos vão sendo renovados, e esperamos que essa renovação continue por mais 3 eleições para que tenhamos mentes mais progressistas dentro do conselho deliberativo.
Tivemos tentativas de mudanças com Della Monica e Belluzzo no período 2006 a 2009, mas pela falta de vontade política para alterar o estatuto e também por lideranças com  força política insuficiente para mudar o panorama, o eixo do mal voltou ao comando com a eleição do segundo pior presidente da história do Palmeiras em janeiro de 2011. Os resultados recentes demonstram o porquê de nós estarmos voltando ao mesmo estágio de 2002.
As eleições diretas foram aprovadas e serão implementadas a partir de novembro de 2014, trazendo um pouco mais de democracia ao processo eleitoral.
Ainda temos muito trabalho pela frente e que no dia 21 de janeiro, um presidente com idéias modernas, progessistas, com um plano de gestão bem elaborado e que tenha vontade política para enfrentar as profundas, necessárias e desejadas mudanças no estatuto do Palmeiras seja eleito para ser o condutor da nossa nova história. Um presidente com essa visão e missão terá todo o nosso apoio, tanto dentro como fora do conselho. Esse candidato chama-se Paulo Nobre.
Como torcedor obviamente que torci pela vitória dos ingleses, mas como futuro homem de negócios do futebol brasileiro, a vitória deles pode trazer mais atenção do mundo para o Brasil, nos seguintes quesitos:
- futebol competitivo e moderno praticado por eles;
 - grande número de torcedores deles que foram ao Japão, que chamou atenção da mídia internacional;
- potencial valorização das marcas dos clubes brasileiros no exterior;
- pelo futebol jogado de igual para igual com um dos clubes mais ricos do mundo, demonstrando que existe um caminho possível de ser percorrido pelas demais equipes quando existe competência na gestão dos recursos.
Espero que as lições implementadas por eles possam servir de guia para nós, para que daqui a 5 anos, quando sarimos do Dark Side at the Moon ,nós estaremos no topo do mundo, para incômodo deles.








Comentários

  1. Vou ser repetitivo, mas vale a pena ‘Só existe um lugar aonde o sucesso vem antes do trabalho, no dicionário’.

    VAI CORINTHIANS – RENOVA PALMEIRAS

    NIVAN GOMES – Profissional de Futebol
    Coordenador de futebol de base
    NOVA – ESCOLA BRASILEIRA DE FUTEBOL

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os desafios dos Programas de Sócio Torcedor no Brasil

Durante a semana foi divulgado queda no programa sócio torcedor do Flamengo. De acordo com o blog do Rodrigo Mattos a  falta de jogos com torcida da Libertadores e o esvaziamento do Carioca são os principais pontos de abandono. O departamento de marketing identificou outros problemas: falta de um estádio, política de preços de ingressos para jogos jogos de menor apelo, o sistema de atendimento do torcedor e as vantagens oferecidas ao membro que se associa, além de reclamações com política de diretoria.
Desde o ano passado estamos notando uma estagnação deste tipo de programa na grande maioria dos times brasileiros. Participei de um projeto visando melhorias para um dos maiores programas do gênero em um time da cidade de São Paulo, onde fizemos grupos focais e pesquisas on line, mas muitas das sugestões não foram implementadas.
O que pude perceber na opinião dos torcedores que responderam a pesquisa foram sugestões de melhorias de atendimento, mais serviços, produtos e experiências, além…

Pizzaria Paulista

A rede Pizzaria Paulista, criada em 1902, vem a público divulgar o balanço das suas 16 franquias espalhadas no estado de São Paulo no período de 17 de janeiro a 11 de março de 2018.
Em 2018 tivemos as 3 tradicionais franquias da capital, juntamente com uma das mais famosas unidades, que fica no litoral. Além dessas 4 tradicionais franquias,  constam no balanço unidades de cidades com bom nível de renda per capta e com populações elevadas, sendo duas unidades na Grande São Paulo, mais duas unidades na cidade de Campinas, além de uma unidade em Ribeirão Preto, Araraquara, Sorocaba entre outras ricas cidades do interior paulista.
Em 2018, mesmo com a rede presente nas principais regiões do estado, tivemos uma redução de 9% na presença de clientes. Foram 70 mil pessoas a menos do que no ano passado, primeiro ano após a redução no número de franquias.
Além dessa redução, perdemos R$ 700 mil reais em faturamento bruto, 2% menor do que 2017. Por outro lado o ticket médio subiu 7% , R$ 2,60 a ma…

O verdadeiro 7 x 1 é fora de campo

Após a eliminação da Alemanha na fase grupos da Copa do Mundo de 2018 começaram a surgir vários questionamentos nas mídias sociais e na TV se a valorização do futebol alemão até agora seria válida ou não.
Quem tem uma visão resultadista provavelmente adorou a eliminação, criticou a exaltação da Alemanha dos últimos anos, mandou memes, cantou a versão do "Bela Tchau" para os alemães e até questionou se o que os tetracampeões fizeram em 2014 foi realmente merecedor ou apenas coincidência.
Par quem tem uma visão mais ampla de gestão e estratégia provavelmente não caiu no embalo da turma do oba oba e, pelo contrário, até lamentou a precoce eliminação alemã. Para entender a questão campo do resultado obtido pelos alemães em 2018, recomendo a excelente análise do Leonardo Miranda.
Referente a questão da gestão e da estratégia de como o produto futebol é gerido pela federação e pela liga alemã, o 7 x 1 fora de campo continuará imperando por muito tempo caso a visão resultadista e limi…