Pular para o conteúdo principal

Mudanças para 2013




Como estamos com o ano de 2013 a algumas horas de entrar em cena, resolvi mudar o que estava imaginando escrever nesse último post de 2012.

O ano foi muito difícil e cheio de sofrimento em várias áreas da minha vida, e quando temos um ano com mais lamentações do que de conquistas, é melhor passar a régua em 2012 e fazer as mudanças necessárias para 2013.

Portanto não vou ficar aqui explicando a queda do paraíso ao inferno em 6 meses dosPalmeirense, da “gestão” Tirone, da política do Palmeiras, dos tristes desdobramentos que o grupo Fanfulla está passando, dos fracos negócios no segmento em que trabalho, do fraco PIB brasileiro, etc.

Para começar de verdade este post, recomendo a leitura deste post do meu irmão para reflexão.

Com essa reflexão, espero que todos tenham compreendido que não adianta termos esperança no ano novo, mas sim efetuarmos as mudanças necessárias em nossas vidas para 2013.

Da minha parte, terei três grandes momentos durante o ano que se iniciará, pois irei me candidatar ao conselho deliberativo do Palmeiras no dia 02/02, irei efetuar o lançamento do meu primeiro livro, O Exorcismo de 93 – O ano em que o Palmeiras saiu da Fila, no dia 12/06, e estarei dando os primeiros passos num novo projeto profissional junto com alguns colegas.

Muito mais do que mudanças, esses três grandes momentos são a realização de sonhos que estou transformando em realidade, somente em 2013 todos irão ser revelados pelo tempo, mas que em minha consciência já faziam parte do meu ser.

Para finalizar 2012, irei correr pela primeira vez a São Silvestre, outro sonho que concretizarei, e planejo minha primeira meia maratona para março de 2013.

Conheci algumas pessoas que me ajudaram muito durante esse ano, que foram a Olga Reis com seus florais e sua energia, e a Karina Oliveira como Coaching. Agradeço do fundo do meu coração a essas duas grandes mulheres por me ajudarem muito no meu processo de mudança.

Após ler o livro " A Escola dos Deuses" aprendi que fatos / pessoas que são nossos antagonistas, são na verdade nossos sentimentos e situações da vida refletidas,  que aparecem em nossas vidas para termos algo como aprendizagem e tomada de atitudes. 

Com esse novo ponto de vista, agradeço à todas as situações de dificuldades que passei durante esse ano. Tenho certeza que todas foram responsáveis por esse intenso sentimento de mudanças que foi despertado dentro do meu ser.

Com certeza um novo ciclo em minha vida se iniciará em breve, independente de ser no ano novo, todas as mudanças foram planejadas e geradas em um período anterior à concretização dos fatos. 

Sem sonhos que queremos transformar em realidade, sem força de vontade e sem planejamento, nada se concretizará, e, como na grande maioria das famílias do mundo, as festas de final de ano estarão mais para muro das lamentações do que para pódio de conquistas.

Espero que à partir desse momento, ao fazer a mudança de calendário na parede, que muito mais do que esse ato mecânico, essa mudança ocorra profundamente dentro do seu ser.

Desejo a todos um novo ciclo repleto de mudanças, pois quem espera nunca alcança.







Comentários

  1. Espero que todos possam tirar alguma lição .

    ResponderExcluir
  2. Todo sucesso a vc Marcelo!

    Que lá no final de 2013 que seus desejos "atuais" tenham sido realizados com êxito.

    Ótimo 2013 a vc e familiares!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Pinho. Desejo. Mesmo pra vc e sua família.

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

O Dono e os Chefs

Após sete mudanças de treinadores em apenas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A, vários colunistas estão criticando o que já é recorrente na gestão do clubes brasileiros, a troca de treinadores por maus resultados ou expectativas não alcançadas.
Para tentar ilustrar de uma forma mais lúdica as consequências deste comportamento inaceitável dos gestores esportivos, convido o leitor a ler a seguinte historia:
O Dono e os Chefs
Uma churrascaria acaba de trocar de dono no início de dezembro e, como o negócio não ia bem, o dono resolveu trocar de churrasqueiro, pois os clientes estavam reclamando da qualidade da comida, tanto que as vendas estavam baixas recentemente.
O novo mestre churrasqueiro, juntamente com o dono, estavam com várias ideias e decidiram aumentar a variedade de carnes no cardápio. No começo do ano a curiosidade dos clientes fez com que aumentassem as vendas mas,  após 3 meses, os clientes já perceberam que a qualidade e a expectativa com o novo churrasqueiro fi…

Os fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores parte 2 : Precificação

Na semana passada iniciei uma série de posts referentes aos fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores. O próximo fator que gostaria de compartilhar com vocês é a precificação dos ingressos.
Como ponto de partida dessa análise, vamos avaliar o comportamento do torcedor do São Paulo em alguns jogos no Morumbi:
23/03/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 1 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 3.118 Renda Bruta: R$ 123.026 Ticket Médio: R$ 39,49
06/07/2016 – Copa Libertadores da América São Paulo 1 x 2 Atlético Nacional (semi final) Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 61.766 Renda Bruta: R$ 7.526.480 Ticket Médio: R$ 121,85
22/10/2016 – Campeonato Brasileiro São Paulo 2 x 0 Ponte Preta Dia da semana: sábado Horário: 17:00h Público Pagante: 49.673 Renda Bruta: R$ 600.541 Ticket Médio: R$ 12,09
12/02/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 5 x 2 Ponte Preta Dia da semana: domingo Horário: 17:00h Público Pagante: 50.952 Renda Br…

Os Alienistas

Tudo começou em 1995, na final da Supercopa São Paulo de Juniores. Após o gol de ouro que deu o título ao Palmeiras, os palmeirenses invadiram o gramado para comemorar e foram provocar os são paulinos, que, aproveitando a pouca presença de policiais, invadiram o gramado, transformando o campo de jogo na primeira batalha campal entre torcidas organizadas transmitidas ao vivo pela TV. 
As consequências foram a morte do garoto Márcio Gasparin, a condenação de Adalberto Benedito do Santos e, pela primeira vez, as organizadas Mancha Verde e Independente foram extintas pelo promotor público Fernando Capez, que comentou na época: “Era necessário um tratamento de choque.”
Como na belíssima obra O Alienista, de Machado de Assis, a partir dessa época começou a batalha dos Alienistas contra a festa popular nas arquibancadas do Brasil. Depois dessa medida, as bandeiras, instrumentos, faixas, papéis picados, rojões, fogos de artifício, sinalizadores foram proibidos, além de não poder vender cerveja.…