Pular para o conteúdo principal

10 Mandamentos para não se preocupar



Após atravessar o Mar Vermelho de desafios, sofrimentos e humilhações o Palmeiras conqusitou Título de Campeão da Copa do Brasil . Atualmente o time ainda está vagando pelo deserto em busca da terra prometida da Calmaria que ainda está por ser atingida.
Na última semana, o Palmeiras caminhou mais 3 valiosas jardas na sua travessia. Um bom aproveitamento de 50%. Muito melhor conquistar 3 pontos do que ter empatado os dois jogos.
Em torneios de pontos corridos, empates significam ficar estacionados no meio do deserto e muitas vezes vale mais à pena arriscar um esforço a mais e perder o jogo do que ficar parado no meio do caminho.  O Deuses Alvi Verdes repentinamente enviaram as seguintes mensagens que foram esculpidas em duas placas de concreto retiradas das obras da Arena Palestra que está em construção:

1)   Deverás manter no mínimo o mesmo o rendimento que o time obteve nos dois jogos no Rio de janeiro

2)   Recuperarás os principais jogadores para ter o elenco atual totalmente à disposição

3)   Deverás atingir no mínimo o aproveitamento médio dos últimos 6 anos para uma equipe não ser rebaixada , 38% ( 43 pontos )

4)   Conquistarás mais 30 pontos de um total de 66 pontos ( 45% de aproveitamento ) para atingir a pontuação mínima necessária

5)   Precisarás de 6 pontos dos 9 possíveis nos próximos 3 jogos, sendo 2 jogos em casa ( Flamengo e Santos ) e 1 jogo fora ( Atlético GO ), para atingir o aproveitamento de 45% no terceiro mini campeonato

6)   Deverás conquistar 4 pontos a cada 3 jogos ( 1V / 1E / 1D)

7)   Conquistarás 45% de pontos nos 22 jogos restantes significa 8V / 7E / 7D

8)   Conquistarás no segundo turno 19 pontos ( 80% de aproveitamento) contra as 8 equipes que não fazem parte da elite do Futebol Brasileiro,  sendo 5 jogos em São Paulo e 3 jogos fora

9)   Conquistarás no segundo turno 8 pontos ( 50% de aproveitamento) contra  Flamengo, Botafogo, Santos, São Paulo e Cruzeiroas,  sendo 5 jogos em São Paulo e 3 jogos fora

10)  Conquistarás no segundo turno 6 pontos ( 33% de aproveitamento) contra   Atlético   MG, Vasco, Fluminense, Grêmio, Internacional e Corinthians, sendo 3 jogos em São Paulo e 3 jogos fora

Para um time com a grandeza do Palmeiras em todos os quesitos, mesmo com as sabidas limitações técnicas do elenco atual, principalmente nos quesitos armação no meio de campo e nas frequentes falhas do sistema defensivo, os 10 mandamentos acima citados são totalmente plausíveis de serem atingidas e tenho total confiança que o Palmeiras tem totais condições de superar os 45% de aproveitamento necessário para evitar riscos de jogar a fase final do torneio sob pressão e poder focar a Copa Sulamericana como um laboratório para a Copa Libertadores de 2013.
O sol vermelho escaldante que deixou a caravana Palmeirense estaciada no deserto se foi, o sol amarelado mas ainda forte também parece que está saindo do horizonte. Se a Caravana Verde e Branca caminhar mais 6 jardas nos próximos 3 jogos até o final do primeiro turno e com 3 jogos em São Paulo na sequencia no início do returno, o sol do deserto voltará a ficar ameno e a Caravana poderá caminhar mais tranquila e sem sofrimento até a terra prometida.
Se o time não conquistar no mínimo 12 a 14 jardas nessa sequencia de 6 jogos, haverá um sério risco do sol escaldante voltar a brilhar forte no deserto e deixar todos preocupados para chegar à tão esperada terra prometida da Calmaria.
Já acreditamos em situações muito mais desalentadoras nessa última década e a força da nossa camisa e da nossa torcida nunca nos deixou na mão, apesar de vários dirigentes incompetentes que já passaram ou ainda permanecem no comando do Palmeiras.
 Portanto Palmeirense, pelos 10 mandamentos acima recebidos dos Deuses Alvi Verdes e pela sequencia dos próximos 6 jogos, sendo 5 em São Paulo, não devemos nos preocupar.

Comentários

  1. Excelente texto, Pacielo.

    Um grande abraço,

    @luizmousinho

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os Alienistas

Tudo começou em 1995, na final da Supercopa São Paulo de Juniores. Após o gol de ouro que deu o título ao Palmeiras, os palmeirenses invadiram o gramado para comemorar e foram provocar os são paulinos, que, aproveitando a pouca presença de policiais, invadiram o gramado, transformando o campo de jogo na primeira batalha campal entre torcidas organizadas transmitidas ao vivo pela TV. 
As consequências foram a morte do garoto Márcio Gasparin, a condenação de Adalberto Benedito do Santos e, pela primeira vez, as organizadas Mancha Verde e Independente foram extintas pelo promotor público Fernando Capez, que comentou na época: “Era necessário um tratamento de choque.”
Como na belíssima obra O Alienista, de Machado de Assis, a partir dessa época começou a batalha dos Alienistas contra a festa popular nas arquibancadas do Brasil. Depois dessa medida, as bandeiras, instrumentos, faixas, papéis picados, rojões, fogos de artifício, sinalizadores foram proibidos, além de não poder vender cerveja.…

O Dono e os Chefs

Após sete mudanças de treinadores em apenas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A, vários colunistas estão criticando o que já é recorrente na gestão do clubes brasileiros, a troca de treinadores por maus resultados ou expectativas não alcançadas.
Para tentar ilustrar de uma forma mais lúdica as consequências deste comportamento inaceitável dos gestores esportivos, convido o leitor a ler a seguinte historia:
O Dono e os Chefs
Uma churrascaria acaba de trocar de dono no início de dezembro e, como o negócio não ia bem, o dono resolveu trocar de churrasqueiro, pois os clientes estavam reclamando da qualidade da comida, tanto que as vendas estavam baixas recentemente.
O novo mestre churrasqueiro, juntamente com o dono, estavam com várias ideias e decidiram aumentar a variedade de carnes no cardápio. No começo do ano a curiosidade dos clientes fez com que aumentassem as vendas mas,  após 3 meses, os clientes já perceberam que a qualidade e a expectativa com o novo churrasqueiro fi…

Os fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores parte 2 : Precificação

Na semana passada iniciei uma série de posts referentes aos fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores. O próximo fator que gostaria de compartilhar com vocês é a precificação dos ingressos.
Como ponto de partida dessa análise, vamos avaliar o comportamento do torcedor do São Paulo em alguns jogos no Morumbi:
23/03/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 1 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 3.118 Renda Bruta: R$ 123.026 Ticket Médio: R$ 39,49
06/07/2016 – Copa Libertadores da América São Paulo 1 x 2 Atlético Nacional (semi final) Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 61.766 Renda Bruta: R$ 7.526.480 Ticket Médio: R$ 121,85
22/10/2016 – Campeonato Brasileiro São Paulo 2 x 0 Ponte Preta Dia da semana: sábado Horário: 17:00h Público Pagante: 49.673 Renda Bruta: R$ 600.541 Ticket Médio: R$ 12,09
12/02/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 5 x 2 Ponte Preta Dia da semana: domingo Horário: 17:00h Público Pagante: 50.952 Renda Br…