Pular para o conteúdo principal

Fúria



A Fúria Espanhola

Na última segunda feira eu tive a oportunidade de participar de uma palestra com René Simões, diretor técnico das Categorias de Base do São Paulo, no Workshop sobre Gestão do Esporte, organizado pela faculdade de Esportes da USP.

Durante a palestra ele mencionou os 10 princípios adotados pelo técnico da seleção espanhola bicampeã da Eurocopa, Vicente Del Bosque:


1) Neutralizar as rivalidades

2) Compromisso com o próximo sonho
3) Objetivo do grupo acima do individual
4) A estrela da equipe é a equipe
5) Irmandade e solidariedade
6) Lealdade à estratégia de jogo
7) Paixão por ganhar
8) Código de comportamento
9) Humanização da equipe
10) Bom comportamento extra campo

De uma forma geral não existem grandes surpresas ou algo muito diferente do que qualquer grupo de jogadores deveria seguir e também esses princípios refletem o conjunto de valores da sociedade espanhola.

O que mais admiro ao ver a seleção espanhola jogar, que lembra muito o estilo de jogo do Barcelona, é a constante troca de passes, a qualidade técnica, as jogadas bem trabalhadas, a serenidade dos jogadores durante todo o jogo, tudo costurado de acordo com os 10 princípios acima mas, principalmente, com a lealdade à estratégia de jogo.

Assistir a Xavi e Iniesta regerem o time como maestros, acompanhado com alguns solos de Davi Silva e Fábregas e com a base sólida de Casillas, Busquets, Piqué, Xavi Alonso é um prazer para todos os que amam esse esporte. Com certeza esse time ficará para a história do futebol Mundial por tudo o que estão conquistando, mas sobretudo pelo legado de qualidade do seu jogo.

Parabéns à Fúria Espanhola, que comprova mais uma vez sua hegemonia no futebol mundial e que, provavelmente, será uma das grandes favoritas ao título de bicampeã mundial em 2014.



A Minha Fúria

Como contraponto ao que o futebol espanhol está demonstrando ao mundo, vemos o futebol brasileiro cada vez mais parecido com o futebol europeu de décadas atrás.

O que estamos assistindo dentro e fora de campo parece que é outro esporte. Seguindo os 10 princípios de Del Bosque, segue minha visão do que atualmente eu percebo no futebol brasileiro:

1) Acirrar as rivalidades
2) Compromisso com o imediato
3) Objetivo é ganhar, custe o que custar
4) A estrela da equipe é a equipe, desde que sejamos campeões
5) Irmandade e solidariedade, mas se precisar jogar sujo OK
6) Lealdade à estratégia de jogo que leve à vitória
7) Paixão por ganhar uma transferência para a Europa ou um patrocínio
8) Código de comportamento, mesmo que só para fazer uma imagem de bom moço
9) Tem que ser guerreiro, mesmo que para isso precise pisar no companheiro
10) Não precisa dar satisfação da vida pessoal

Qual é a consequência disso?

O acirramento de rivalidades, que são o combustível do futebol, mas  quando emissoras de TV e grandes marcas tomam partido, geram o clima pesado encontrado pelas ruas, meios de comunicação e redes sociais durante toda essa semana que passou.

O futebol de resultados, tão criticado pelos brasileiros durante várias décadas, definitivamente está incorporado no atual futebol brasileiro. Vide o nível técnico dos jogos finais da Copa Libertadores e da Copa do Brasil.

O Brasil que o povo se identifica tanto na atual novela das 21 horas está sendo incorporado diariamente pela sociedade brasileira, valorizando cada vez mais o imediato, o sucesso fugaz, a imagem valendo muito mais do que o conteúdo, os meios justificando os fins, o individualismo, o recalque.

Tudo isso também se reflete no futebol brasileiro, criando falsas impressões que são momentaneamente valorizadas, mas como não temos um compromisso com valores e ideais de médio e longo prazo, estão nos levando a uma sociedade do Vale Tudo, desde que o Eu ou o Meu sejam os beneficiários, custe o que custar, gerando pânico nas pessoas do bem, que se preocupam com o legado que deixaremos para nossos descendentes.

São esses os valores que queremos promover para incorporar na nossa sociedade? 

Sugiro uma reflexão geral se é dessa forma que queremos que tanto a sociedade brasileira quanto o futebol brasileiro devem seguir. 




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os desafios dos Programas de Sócio Torcedor no Brasil

Durante a semana foi divulgado queda no programa sócio torcedor do Flamengo. De acordo com o blog do Rodrigo Mattos a  falta de jogos com torcida da Libertadores e o esvaziamento do Carioca são os principais pontos de abandono. O departamento de marketing identificou outros problemas: falta de um estádio, política de preços de ingressos para jogos jogos de menor apelo, o sistema de atendimento do torcedor e as vantagens oferecidas ao membro que se associa, além de reclamações com política de diretoria.
Desde o ano passado estamos notando uma estagnação deste tipo de programa na grande maioria dos times brasileiros. Participei de um projeto visando melhorias para um dos maiores programas do gênero em um time da cidade de São Paulo, onde fizemos grupos focais e pesquisas on line, mas muitas das sugestões não foram implementadas.
O que pude perceber na opinião dos torcedores que responderam a pesquisa foram sugestões de melhorias de atendimento, mais serviços, produtos e experiências, além…

Pizzaria Paulista

A rede Pizzaria Paulista, criada em 1902, vem a público divulgar o balanço das suas 16 franquias espalhadas no estado de São Paulo no período de 17 de janeiro a 11 de março de 2018.
Em 2018 tivemos as 3 tradicionais franquias da capital, juntamente com uma das mais famosas unidades, que fica no litoral. Além dessas 4 tradicionais franquias,  constam no balanço unidades de cidades com bom nível de renda per capta e com populações elevadas, sendo duas unidades na Grande São Paulo, mais duas unidades na cidade de Campinas, além de uma unidade em Ribeirão Preto, Araraquara, Sorocaba entre outras ricas cidades do interior paulista.
Em 2018, mesmo com a rede presente nas principais regiões do estado, tivemos uma redução de 9% na presença de clientes. Foram 70 mil pessoas a menos do que no ano passado, primeiro ano após a redução no número de franquias.
Além dessa redução, perdemos R$ 700 mil reais em faturamento bruto, 2% menor do que 2017. Por outro lado o ticket médio subiu 7% , R$ 2,60 a ma…

Hoje é dia de Derby

Derby, uma palavra inglesa que acompanhada dos grandes rivais Palmeiras e Corinthians, cria vida própria. As emoções que remetem a este grande clássico do futebol mundial transcendem as quatro linhas, os 90 minutos, o estádio e, em vários casos, se transformam em lendas, epopeias, grandes batalhas. Vilões se transformam em ídolos e vice versa, menos que por efêmeros momentos. Jogos como estes são capazes, como na vida real e não por acaso, de mudar o rumo dos times nos campeonatos, inverter completamente o estado de espírito, de autoconfiança reinante em cada um dos lados. São raros os confrontos que possuem esse poder mágico de mexer com toda uma cidade, uma nação e que, por 90 minutos, se transformam na coisa mais importante da vida. Muitos podem estar perguntando qual a origem desse termo dentro do futebol. Segue abaixo uma versão resumida que encontrei na internet:
A origem vem da palavra "derby" – ou dérbi, segundo o aportuguesamento da palavra original inglesa, proposto p…