Pular para o conteúdo principal

Balanço - Mini Campeonato 2/6




Com o fechamento do segundo minicampeonato, seguem os números atualizados para podermos avaliar algumas tendências e destaques.

Segue abaixo a classificação final do Mini Campeonato 2/6 (Rodada 7 até a Rodada 12) e os respectivos aproveitamentos:


Posição
Clube
PG
%
1
Atletico MG
18
     100,00
2
Vasco
16
        88,89
3
Fluminense
13
        72,22
4
Gremio
12
        66,67
5
Internacional
11
        61,11
6
Corinthians
11
        61,11
7
São Paulo
10
        55,56
8
Botafogo
8
        44,44
9
Palmeiras
8
        44,44
10
Sport
8
        44,44
11
Flamengo
7
        38,89
12
Ponte Preta
7
        38,89
13
Cruzeiro
6
        33,33
14
Nautico
6
        33,33
15
Santos
6
        33,33
16
Atletico  GO
6
        33,33
17
Coritiba
5
        27,78
18
Bahia
5
        27,78
19
Portuguesa
3
        16,67
20
Figueirense
1
          5,56




Classificação G4 2012  Rodada 12                                  
31
12
10
1
1
25
8
17
86%
29
12
9
2
1
20
11
9
81%
25
12
7
4
1
22
8
14
69%
24
12
8
0
4
17
10
7
67%




Classificação G4 2011 Rodada 12
29
12
9
2
1
19
5
14
81%
25
12
8
1
3
20
15
5
69%
24
12
6
6
0
24
13
11
67%
22
12
6
4
2
17
7
10
61%
                                                                                             

Classificação  Final G4 2011
PG
J
V
E
D
GP
GC
SG
%
71
38
21
8
9
53
36
17
62%
69
38
19
12
7
57
40
17
61%
63
38
20
3
15
60
51
9
55%
61
38
15
16
7
59
47
12
54%


Conclusões:

1) a performance dos 4 primeiros colocados de 2012 está superior ao ano de 2011 até a rodada 12

2) o aproveitamento do Atlético MG até a rodada 12 é o melhor desde o início da disputa por pontos corridos em 2003

3)  Duas equipes (Corinthians e Flamengo) do G4 na rodada 12 de 2011 permaneceram no G4 após as 38 rodadas

4) O Vasco da Gama, que é o segundo colocado no campeonato de 2012, tem o mesmo aproveitamento do primeiro colocado em 2011, o Corinthians, na mesma rodada 12

5) Os 5 primeiros colocados do mini campeonato 2/6 são os primeiros cinco classificados após as 12 rodadas e na mesma ordem de classificação

6) São Paulo e Botafogo também estão na mesma classificação no Mini Campeonato 2/6 e após as 12 rodadas

7) Corinthians, Palmeiras e Sport , que estão no G10 no Mini Campeonato 2/6, não estão no G10 até a rodada 12. Isso mostra uma tendência de crescimento das três equipes

8) Flamengo, Cruzeiro e Ponte Preta, que estão no G10 até a rodada 12 não estão no G10 no Mini Campeonato 2/6. Isso mostra uma tendência de queda das três equipes


Classificação G -4 2012 Rodada 12

17°
10
12
2
4
6
7
15
-8
28%
18°
10
12
1
7
4
7
11
-4
28%
19°
8
12
2
2
8
12
25
-13
22%
20°
8
12
1
5
6
13
20
-7
22%


Classificação G -4 2011 Rodada 12

17°
12
12
2
6
4
13
15
-2
33%
18°
8
12
1
5
6
11
23
-12
22%
19°
7
12
1
4
7
11
27
-16
19%
20°
5
12
1
2
9
6
19
-13
14%


Classificação  Final G -4 2011
PG
J
V
E
D
GC
GP
SG
%
17°
41
38
10
11
17
38
55
-17
36%
18°
39
38
10
9
19
47
64
-17
34%
19°
37
38
8
13
17
51
69
-18
32%
20°
31
38
7
10
21
45
75
-30
27%


Conclusões:

1) a performance dos três últimos colocados de 2012 está superior ao ano de 2011

2) o décimo sétimo colocado de 2012 tem performance inferior ao ano de 2011

3)  somente 1 equipe (Bahia) do G -4 da sexta rodada de 2011 não permaneceu no G -4 após as 38 rodadas

4) Somente duas equipes no Mini Campeonato 2/6 estão no G -4 após 12 rodadas (Portuguesa e Figueirense)

6) Atlético GO e Santos, não estão no G -4 no Mini Campeonato 2/6 mas estão no G -4 após 12 rodadas. Isso mostra uma tendência de crescimento das duas equipes

7) Coritiba e Bahia estão no G -4 no Mini Campeonato 2/6 mas não estão no G -4 após 12 rodadas devido às vitórias ocorridas na última rodada

Seguem abaixo os dados complementares até Rodada 12:

Clubes com mais vitórias
1. Atlético MG
10
2. Vasco
9
3. Gremio
8
15. Palmeiras
2

Clubes com menos derrotas
1. Atlético MG
1
2. Vasco
1
3. Fluminense
1
15. Palmeiras
6


Melhores ataques
1. Atlético MG
25
2. Fluminense
22
3. Botafogo
21
16. Palmeiras
12

Melhores Defesas
1. Atlético MG
8
2. Fluminense
8
3. Grêmio
10
8. Palmeiras
14


Analisando a performance do Palmeiras e baseado no aproveitamento teoricamente planejado por mim no início do campeonato, seguem abaixo os dados:

G1 – Equipes superiores ao Palmeiras tecnicamente, elenco, entrosamento
Corinthians , Santos, Fluminense, Internacional
Aproveitamento planejado   – 33%
Aproveitamento real após 12 rodadas – 0% ( somente um jogo contra o Corinthians )

G2 – Equipes pouco superiores ou inferiores ao Palmeiras tecnicamente, elenco, entrosamento
Vasco, São Paulo, Grêmio, Flamengo
Aproveitamento planejado   – 50%
Aproveitamento real após 12 rodadas – 33% ( falta jogar contra o Flamengo )

G3 – Equipes inferiores  ao Palmeiras tecnicamente, elenco, entrosamento
Demais participantes do Brasileirão 2012
Aproveitamento planejado   – 66%
Aproveitamento real após 12 rodadas – 33%

Pela classificação do Palmeiras na rodada 12, décimo sexto colocado, e a nona colocação no Mini Campeonato 2/6, já é possível comprovar um início de recuperação em todos os quesitos, mas após a derrota para o Bahia na última rodada, será necessária uma rápida recuperação para evitar que o Palmeiras volte para o G -4 já na próxima rodada.

De acordo com a classificação final do primeiro turno de 2011, serão necessários no mínimo 10 pontos nos próximos 7 jogos, um aproveitamento de 47%, algo pouco superior à performance no Mini Campeonato 2/6, para que o Palmeiras não termina o primeiro turno de 2012 no G -4.

O desafio será fazer esse aproveitamento em 3 jogos em casa e 4 jogos fora. Além disso,  somente duas equipes fazem parte do teórico G3 ( Cruzeiro e Atlético GO). Os demais 5 jogos serão contra 3 equipes do G1 ( Santos, Fluminense e Internacional ) e 1 equipe do G2 ( Flamengo).

Baseado no planejamento teórico de pontos por grupos de equipes acima citados, o Palmeiras fará 7 a 8 pontos nesses 7 jogos. Portanto, será necessário um aproveitamento acima do previsto para que o Palmeiras não termine o primeiro turno no G -4.  O ideal é fazer no mínimo 7 pontos em casa e ganhar do Atlético GO fora.

Pelas últimas contratações de estrelas internacionais, pelo desempenho acima da média dos últimos anos na parte de cima da tabela, teremos um campeonato muito disputado à partir do próximo Mini Campeonato.

Daqui a 30 dias terminará o primeiro turno e o Mini Campeonato 3/6, e já teremos uma ideia muito clara de quem irá brigar na parte de cima e na parte de baixo da tabela. Dessa forma será possível efetuar uma estimativa de pontos que os times poderão obter na segunda metade do campeonato e alterarei o agrupamento de equipes nos três grupos de equipes de acordo com a classificação na tabela.

Parabéns ao Atlético MG pelos 100% de aproveitamento e ao Vasco da Gama e Fluminense pela excelente performance no Mini Campeonato.

Vamos aguardar o que as próximas rodadas nos reservam de surpresas e confirmações.

Caso você tiver algum comentário ou sugestão fique à vontade para me enviar.





Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Alienistas

Tudo começou em 1995, na final da Supercopa São Paulo de Juniores. Após o gol de ouro que deu o título ao Palmeiras, os palmeirenses invadiram o gramado para comemorar e foram provocar os são paulinos, que, aproveitando a pouca presença de policiais, invadiram o gramado, transformando o campo de jogo na primeira batalha campal entre torcidas organizadas transmitidas ao vivo pela TV. 
As consequências foram a morte do garoto Márcio Gasparin, a condenação de Adalberto Benedito do Santos e, pela primeira vez, as organizadas Mancha Verde e Independente foram extintas pelo promotor público Fernando Capez, que comentou na época: “Era necessário um tratamento de choque.”
Como na belíssima obra O Alienista, de Machado de Assis, a partir dessa época começou a batalha dos Alienistas contra a festa popular nas arquibancadas do Brasil. Depois dessa medida, as bandeiras, instrumentos, faixas, papéis picados, rojões, fogos de artifício, sinalizadores foram proibidos, além de não poder vender cerveja.…

O Dono e os Chefs

Após sete mudanças de treinadores em apenas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A, vários colunistas estão criticando o que já é recorrente na gestão do clubes brasileiros, a troca de treinadores por maus resultados ou expectativas não alcançadas.
Para tentar ilustrar de uma forma mais lúdica as consequências deste comportamento inaceitável dos gestores esportivos, convido o leitor a ler a seguinte historia:
O Dono e os Chefs
Uma churrascaria acaba de trocar de dono no início de dezembro e, como o negócio não ia bem, o dono resolveu trocar de churrasqueiro, pois os clientes estavam reclamando da qualidade da comida, tanto que as vendas estavam baixas recentemente.
O novo mestre churrasqueiro, juntamente com o dono, estavam com várias ideias e decidiram aumentar a variedade de carnes no cardápio. No começo do ano a curiosidade dos clientes fez com que aumentassem as vendas mas,  após 3 meses, os clientes já perceberam que a qualidade e a expectativa com o novo churrasqueiro fi…

Os fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores parte 2 : Precificação

Na semana passada iniciei uma série de posts referentes aos fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores. O próximo fator que gostaria de compartilhar com vocês é a precificação dos ingressos.
Como ponto de partida dessa análise, vamos avaliar o comportamento do torcedor do São Paulo em alguns jogos no Morumbi:
23/03/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 1 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 3.118 Renda Bruta: R$ 123.026 Ticket Médio: R$ 39,49
06/07/2016 – Copa Libertadores da América São Paulo 1 x 2 Atlético Nacional (semi final) Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 61.766 Renda Bruta: R$ 7.526.480 Ticket Médio: R$ 121,85
22/10/2016 – Campeonato Brasileiro São Paulo 2 x 0 Ponte Preta Dia da semana: sábado Horário: 17:00h Público Pagante: 49.673 Renda Bruta: R$ 600.541 Ticket Médio: R$ 12,09
12/02/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 5 x 2 Ponte Preta Dia da semana: domingo Horário: 17:00h Público Pagante: 50.952 Renda Br…