Pular para o conteúdo principal

Porque eu Acredito



Essa semana que se inicia será a primeira de uma série de duas ou quatro semanas que vão decidir os campeões da Copa do Brasil e da Taça Libertadores da América de 2012.  Gostaria de assistir a todos os jogos semifinais, mas não vai ser possível pois quando meu Palmeiras estiver em campo não vai dar para assistir ao grande jogo da semi final da Libertadores, Santos e Corinthians.
Sempre fui defensor de um campeonato nacional com pontos corridos para premiar o melhor time e também para que todos os times tenham planejamento de receitas durante toda a temporada, mas os torneios mata-mata são os mais emocionantes devido à adrenalina gerada pela possibilidade de ser eliminado devido a várias circunstâncias que em torneios de pontos corridos dificilmente acontecem.
Torneios eliminatórios me fazem lembrar os célebres duelos de Faroeste, as lutas dos gladiadores. Em questão de segundos literalmente qualquer falha é fatal e só um saia vivo da batalha. Creio que desde o lendário embate entre David e Golias, essa atração por duelos fazem parte do inconsciente coletivo. Também por isso a possibilidade do mais fraco ou menos preparado superar o mais forte ou mais preparado sempre está presente.
O ser humano adora estas situações limites, onde podem experimentar a situação de matar ou morrer de uma forma organizada, para poder extravazar os instintos primitivos que carregamos em nosso DNA.
Em torneios eliminatórios, por serem somente duas partidas por fase, existe um nivelamento técnico entre as equipes, fazendo com que nem sempre os grandes jogadores possam fazer a diferença e o aspecto psicológico de fazer ou tomar um gol pesa muito nas reações dos jogadores e torcedores.
O futebol é apaixonante porque imita a vida em várias situações como as acima descritas. Existe uma certa lógica de probabilidades mas em nenhuma partida um adversário tem 0% de chances de vencer ou se classificar.
Não vou listar aqui a enorme relação de jogos e títulos onde o resultado contrariou todas as expectativas da grande maioria dos críticos esportivos, torcedores, jogadores, etc.
No próximo dia 13 de junho o Palmeiras iniciará sua participação na semifinal da Copa do Brasil contra o Grêmio. Nos últimos 10 anos o Palmeiras disputou semifinais nos seguintes anos:
2002  Rio São Paulo – Palmeiras eliminado pelo São Paulo
2002 Copa dos Campeões – Palmeiras eliminado pelo Paysandu
2003 Campeonato Paulista – Palmeiras eliminado pelo Corinthians
2004 Campeonato Paulista – Palmeiras eliminado pelo Paulista de Jundaí
2008 Campeonato Paulista – Palmeiras classificado para final ao eliminar o São Paulo
2009 Campeonato Paulista – Palmeiras eliminado pelo Santos
2010 Copa Sulamericana – Palmeiras eliminado pelo Goiás
Fonte: Almanaque do Palmeiras
Como podemos observar pelas estatísticas acima, somente em uma vez nos últimos 10 anos o Palmeiras avançou para a final e por isso o clima de desconfiança e falta de otimismo mais uma vez está imperando na torcida Palmeirense para esta semifinal que se iniciará.
Por mais que a performance e os últimos jogos do Palmeiras não estejam passando a confiança necessária e também o sempre conturbado ambiente extra campo, que desde a fundação do clube em 1914 faz parte da cultura do Palmeiras, eu acredito sim que é possível passarmos para a final e disputarmos o título.
Eu acompanhei de perto toda a saga que o torcedor Palmeirense sofreu durante os anos da fila desde 1976 até 1993 e mesmo aquele grande time que tirou o Palmeiras da fila, e me deu a maior alegria do futebol até hoje, teve o peso da fila em suas costas até aquela inesquecível tarde de 12 de junho de 1993.
Após aquela conquista, ganhamos o Torneio Rio São Paulo quase dois meses depois, abrindo uma série de conquistas que denominou aquele time como a Nova Academia.
Parte das minhas expectativas também está baseada na campanha e no histórico do Vasco da Gama em 2011. Como o Palmeiras atual, o Vasco da Gama vinha de uma sequencia de vários anos sem conquistas, ganhando somente o Campeonato Carioca de 2003, a Taça Rio de 2004 ( segundo turno do Campeonato Carioca ) e a Série B do Campeonato Brasileiro de 2009 até iniciar a disputa da Copa do Brasil de 2011 sem ser considerado favorito.
Veja abaixo a campanha do Vasco até o título e o time base daquela conquista:
1ª Fase:
Comercial-MS 1×6 Vasco


2ª Fase:
ABC-RN 0×0 Vasco
Vasco 2×1 ABC-RN

Oitavas-de-final
Náutico-PE 0×3 Vasco
Vasco 0×0 Naútico-PE

Quartas-de-final
Atlético-PR 2×2 Vasco
Vasco 1×1 Atlético-PR

Semifinais
Vasco 1×1 Avaí-SC
Avaí-SC 0×2 Vasco

Finais
Vasco 1×0 Coritiba-PR
Coritiba-PR 3×2 Vasco

Time Base: Fernando Prass; Allan, Dedé, Anderson Martins e Ramon; Romulo, Eduardo Costa, Felipe e Diego Souza; Eder Luis e Alecsandro. Técnico: Ricardo Gomes.
Se compararmos a campanha do Palmeiras em 2012 com a campanha do Vasco da Gama na Copa do Brasil em 2011, os números são até superiores, mas a semifinal será com um time de maior tradição no torneio, o Grêmio tem 4 conquistas .
Quando comparamos o time base atual do Palmeiras com o time base do Vasco de 2011 , utilizando o mesmo método do nosso amigo Cunio, eu tenho a seguinte conclusão:
Bruno x Fernando Prass  - Fernando Prass
Cicinho x Allan – Empate
Dedé x Leandro Amaro – Dedé
Anderson Martins x Henrique – Henrique
Ramon x Juninho – Juninho
Rômulo x Marcio Araújo – Rômulo
Eduardo Costa x Marcos Assunção – Marcos Assunção
Felipe x Luan – Felipe
Diego Souza x Valdívia – Diego Souza
Éder Luiz x Maikon Leite – Empate
Alecsandro x Barcos – Barcos
Ricardo Gomes x Felipão – Felipão

O resultado seria 5 a 4 para o Vasco com 2 empates. Nada muito superior de nenhum dos lados. Hoje reclamamos muito de algumas posições que estão carentes de qualidade técnica no Palmeiras e avaliando o time base do Vasco qual dos jogadores você torcedor Palmeirense contrataria para o Palmeiras?
Eu contrataria somente o Dedé e o Rômulo.
Todos nós sabemos que futebol não se faz somente com estatísticas, dados, condições técnicas e físicas. A força psicológica faz muita diferença e uma boa partida em Porto Alegre e uma possível classificação para a final vai aumentar essa força em todos os Palmeirenses e com isso as possibilidades de ganharmos esta Copa do Brasil aumentará independente do adversário ( São Paulo o Coritiba ).
Também sabemos que o Sobrenatural de Almeida, célebre personagem criado pelo grande Nelson Rodrigues pode aparecer e fazer mais uma de suas obras durante esses jogos.
Eu acredito, muito mais com a emoção do meu sangue verde e branco do que com a razão. Nesses momentos é hora de todos esquecermos todas as dificuldades atuais e fazermos uma forte corrente de pensamentos, vibrações e orações positivas para nosso amado Palmeiras, que sempre irá ressurgir das cinzas, mais cedo ou mais tarde.
Depois da conquista do Vasco, o time disputou até a última rodada o título do Campeonato Brasileiro de 2011, chegou à semifinal da Copa Sulamericana de 2011, disputou de igual para a igual as quartas de final da Libertadores da América de 2012 contra o Corinthians e não se classificou devido à falha do Diego Souza ao perder um gol cara a cara e também ao tomar o gol fatal nos minutos derradeiros da partida. Hoje é o atual líder do Campeonato Brasileiro de 2012 com 100% de aproveitamento.
O mais importante é que o time, dirigentes e torcedores reconquistaram a força e o respeito do passado, transformando novamente o Vasco da Gama em um time a ser respeitado no futebol brasileiro. A Bola pode também entrar por acaso e, devido à este acaso, o time ou as pessoas podem transformar desconfiança em confiança, baixa estima em auto estima, e tudo o que dava errado começar a dar certo.
O célebre filme Match Point do grande gênio do cinema Woody Allen, mostra muito bem como o acaso pode ser o grande transformador da história da nossas vidas.
O futebol imita a vida, e não custa nada acreditar que dessa vez a bola vai bater na fita e cair na quadra do adversário. Tudo devido a um conjunto de fatores que nossa limitada consciência humana não é capaz de raciocinar e compreender.
Por tudo acima escrito, pelo meu amor ao Palmeiras eu sempre acreditarei. Contra tudo e contra todos!!
Forza Palestra, scoppia che la vittoria sàra sempre nostra!!!







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Os Alienistas

Tudo começou em 1995, na final da Supercopa São Paulo de Juniores. Após o gol de ouro que deu o título ao Palmeiras, os palmeirenses invadiram o gramado para comemorar e foram provocar os são paulinos, que, aproveitando a pouca presença de policiais, invadiram o gramado, transformando o campo de jogo na primeira batalha campal entre torcidas organizadas transmitidas ao vivo pela TV. 
As consequências foram a morte do garoto Márcio Gasparin, a condenação de Adalberto Benedito do Santos e, pela primeira vez, as organizadas Mancha Verde e Independente foram extintas pelo promotor público Fernando Capez, que comentou na época: “Era necessário um tratamento de choque.”
Como na belíssima obra O Alienista, de Machado de Assis, a partir dessa época começou a batalha dos Alienistas contra a festa popular nas arquibancadas do Brasil. Depois dessa medida, as bandeiras, instrumentos, faixas, papéis picados, rojões, fogos de artifício, sinalizadores foram proibidos, além de não poder vender cerveja.…

O Dono e os Chefs

Após sete mudanças de treinadores em apenas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A, vários colunistas estão criticando o que já é recorrente na gestão do clubes brasileiros, a troca de treinadores por maus resultados ou expectativas não alcançadas.
Para tentar ilustrar de uma forma mais lúdica as consequências deste comportamento inaceitável dos gestores esportivos, convido o leitor a ler a seguinte historia:
O Dono e os Chefs
Uma churrascaria acaba de trocar de dono no início de dezembro e, como o negócio não ia bem, o dono resolveu trocar de churrasqueiro, pois os clientes estavam reclamando da qualidade da comida, tanto que as vendas estavam baixas recentemente.
O novo mestre churrasqueiro, juntamente com o dono, estavam com várias ideias e decidiram aumentar a variedade de carnes no cardápio. No começo do ano a curiosidade dos clientes fez com que aumentassem as vendas mas,  após 3 meses, os clientes já perceberam que a qualidade e a expectativa com o novo churrasqueiro fi…

Os fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores parte 2 : Precificação

Na semana passada iniciei uma série de posts referentes aos fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores. O próximo fator que gostaria de compartilhar com vocês é a precificação dos ingressos.
Como ponto de partida dessa análise, vamos avaliar o comportamento do torcedor do São Paulo em alguns jogos no Morumbi:
23/03/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 1 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 3.118 Renda Bruta: R$ 123.026 Ticket Médio: R$ 39,49
06/07/2016 – Copa Libertadores da América São Paulo 1 x 2 Atlético Nacional (semi final) Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 61.766 Renda Bruta: R$ 7.526.480 Ticket Médio: R$ 121,85
22/10/2016 – Campeonato Brasileiro São Paulo 2 x 0 Ponte Preta Dia da semana: sábado Horário: 17:00h Público Pagante: 49.673 Renda Bruta: R$ 600.541 Ticket Médio: R$ 12,09
12/02/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 5 x 2 Ponte Preta Dia da semana: domingo Horário: 17:00h Público Pagante: 50.952 Renda Br…