Pular para o conteúdo principal

O Artista



Nesta sexta feira 10/02/12 tive a oportunidade de assistir a uma obra prima do cinema mudo produzido em 2010, O Artista. O filme estreou oficialmente no circuito comercial ontem e já ganhou 50 prêmios mundialmente, incluindo o Globo de Ouro e o Urso de Prata de Berlim.
Em muitas vezes um filme é premiado por sua enorme bilheteria ou por ser um filme Cult e de difícil compreensão pelo grande público. Existem raras situações em que a combinação sucesso de público e de crítica acontece. O filme em questão está dentro deste seleto grupo.
Como o filme estreou ontem, não vou aqui entrar em detalhes aprofundados desta obra prima, pois quero que todos vocês que apreciam um grande filme possam ter a oportunidade de desfrutar de cerca de 90 minutos de arte em sua essência.

Como todos sabem o filme é mudo e em preto e branco e se passa no final da década de 1920.
Partindo do pressuposto que vocês já tenham lido a sinopse e as críticas do filme, eu gostaria de colocar meus sentimentos após sair extasiado ao assistir esta obra prima.


Mais conteúdo e Menos pirotecnia
O filme custou US$ 15 milhões e o que vale é a qualidade dos atores, da história, da produção.  Este filme deve ser um exemplo de como produzir com qualidade e conteúdo em uma época de crise mundial que não sabemos qual será sua extensão e consequências para a humanidade. Portanto, a criatividade fez a diferença.

A criatividade não se compra nem se copia. A criatividade vem de dentro, vem dos insights, vem do salto quântico. Em ambientes DDD (desintegrados, destrutivos, desmotivados) é possível despertar a criatividade? Responda você mesmo.

Para despertar a criatividade é necessário sentirmos em quais situações, ambientes e atividades que sentimos nossa chama interna entrar em erupção, ficar em sintonia com o todo, sentir aquela vibração que todos nós deveríamos saber quais momentos podemos desfrutá-la.
São nesses momentos, atividades, situações que nos tornamos divinos, conectados com Deus.
Você sabe quais são estes momentos?

Será no seu ambiente de trabalho que você cumpre ordens e obrigações e tem que atingir metas, resultados que você não sente que faz parte dos seus valores?
Será no caminho entre sua casa e o trabalho em uma cidade que o trânsito é infernal?
Será nas filas de espera dos restaurantes, shoppings, entrada de shows, cinemas que o barulho das pessoas preocupadas em se comportar pirotecnicamente, todas vestidas dentro do padrão com suas roupas enlatadas compradas nos Outlets dos Estados Unidos se exibindo com seus smart phones e i-Pads?
Nesse momento estou escrevendo em companhia do meu parceiro de vários posts, Her Mozart., mais precisamente a Sinfonia 25 em Sol menor, para os mais leigos, é a abertura da grande obra prima do cinema , Amadeus. Este homem é um gênio, e ninguém duvida. Escutando qualquer peça dele, podemos sentir sua alma, sua vida, seu sentimento em cada nota musical, como fosse um pincelada de um quadro de Monet, transcendendo nossa alma para um nível superior da existência humana.
Gostaria que você refletisse sobre isso em suas vidas, no seu trabalho, na sua família. O simples é muito mais rico em conteúdo do que a pirotecnia que em muitas vezes as organizações e as pessoas transformam suas vidas. No mundo atual tem muita espuma e pouco conteúdo. Tem muito barulho por nada. O que vale é fazer “ marketing” pois o resto as pessoas conseguem enganar.
É assim que queremos viver nossas vidas?
Será esse o legado que você quer deixar para seus descendentes?  

Vá ao cinema apreciar esta obra prima, reflita por si mesmo e compartilhe com todos seus sentimentos neste espaço virtual.







 
Quando estamos inspirados por um grande propósito, um projeto extraordinário, todos os nossos pensamentos ultrapassam seus limites. Nossa mente transcende suas limitações, nossa consciência se expande em todas as direções e nos encontramos num mundo novo, grande e maravilhoso.

Sutras Yogas de Patanjali

Desperte o Artista que existe dentro de você!!!




Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os desafios dos Programas de Sócio Torcedor no Brasil

Durante a semana foi divulgado queda no programa sócio torcedor do Flamengo. De acordo com o blog do Rodrigo Mattos a  falta de jogos com torcida da Libertadores e o esvaziamento do Carioca são os principais pontos de abandono. O departamento de marketing identificou outros problemas: falta de um estádio, política de preços de ingressos para jogos jogos de menor apelo, o sistema de atendimento do torcedor e as vantagens oferecidas ao membro que se associa, além de reclamações com política de diretoria.
Desde o ano passado estamos notando uma estagnação deste tipo de programa na grande maioria dos times brasileiros. Participei de um projeto visando melhorias para um dos maiores programas do gênero em um time da cidade de São Paulo, onde fizemos grupos focais e pesquisas on line, mas muitas das sugestões não foram implementadas.
O que pude perceber na opinião dos torcedores que responderam a pesquisa foram sugestões de melhorias de atendimento, mais serviços, produtos e experiências, além…

Pizzaria Paulista

A rede Pizzaria Paulista, criada em 1902, vem a público divulgar o balanço das suas 16 franquias espalhadas no estado de São Paulo no período de 17 de janeiro a 11 de março de 2018.
Em 2018 tivemos as 3 tradicionais franquias da capital, juntamente com uma das mais famosas unidades, que fica no litoral. Além dessas 4 tradicionais franquias,  constam no balanço unidades de cidades com bom nível de renda per capta e com populações elevadas, sendo duas unidades na Grande São Paulo, mais duas unidades na cidade de Campinas, além de uma unidade em Ribeirão Preto, Araraquara, Sorocaba entre outras ricas cidades do interior paulista.
Em 2018, mesmo com a rede presente nas principais regiões do estado, tivemos uma redução de 9% na presença de clientes. Foram 70 mil pessoas a menos do que no ano passado, primeiro ano após a redução no número de franquias.
Além dessa redução, perdemos R$ 700 mil reais em faturamento bruto, 2% menor do que 2017. Por outro lado o ticket médio subiu 7% , R$ 2,60 a ma…

Hoje é dia de Derby

Derby, uma palavra inglesa que acompanhada dos grandes rivais Palmeiras e Corinthians, cria vida própria. As emoções que remetem a este grande clássico do futebol mundial transcendem as quatro linhas, os 90 minutos, o estádio e, em vários casos, se transformam em lendas, epopeias, grandes batalhas. Vilões se transformam em ídolos e vice versa, menos que por efêmeros momentos. Jogos como estes são capazes, como na vida real e não por acaso, de mudar o rumo dos times nos campeonatos, inverter completamente o estado de espírito, de autoconfiança reinante em cada um dos lados. São raros os confrontos que possuem esse poder mágico de mexer com toda uma cidade, uma nação e que, por 90 minutos, se transformam na coisa mais importante da vida. Muitos podem estar perguntando qual a origem desse termo dentro do futebol. Segue abaixo uma versão resumida que encontrei na internet:
A origem vem da palavra "derby" – ou dérbi, segundo o aportuguesamento da palavra original inglesa, proposto p…