Pular para o conteúdo principal

O Artista



Nesta sexta feira 10/02/12 tive a oportunidade de assistir a uma obra prima do cinema mudo produzido em 2010, O Artista. O filme estreou oficialmente no circuito comercial ontem e já ganhou 50 prêmios mundialmente, incluindo o Globo de Ouro e o Urso de Prata de Berlim.
Em muitas vezes um filme é premiado por sua enorme bilheteria ou por ser um filme Cult e de difícil compreensão pelo grande público. Existem raras situações em que a combinação sucesso de público e de crítica acontece. O filme em questão está dentro deste seleto grupo.
Como o filme estreou ontem, não vou aqui entrar em detalhes aprofundados desta obra prima, pois quero que todos vocês que apreciam um grande filme possam ter a oportunidade de desfrutar de cerca de 90 minutos de arte em sua essência.

Como todos sabem o filme é mudo e em preto e branco e se passa no final da década de 1920.
Partindo do pressuposto que vocês já tenham lido a sinopse e as críticas do filme, eu gostaria de colocar meus sentimentos após sair extasiado ao assistir esta obra prima.


Mais conteúdo e Menos pirotecnia
O filme custou US$ 15 milhões e o que vale é a qualidade dos atores, da história, da produção.  Este filme deve ser um exemplo de como produzir com qualidade e conteúdo em uma época de crise mundial que não sabemos qual será sua extensão e consequências para a humanidade. Portanto, a criatividade fez a diferença.

A criatividade não se compra nem se copia. A criatividade vem de dentro, vem dos insights, vem do salto quântico. Em ambientes DDD (desintegrados, destrutivos, desmotivados) é possível despertar a criatividade? Responda você mesmo.

Para despertar a criatividade é necessário sentirmos em quais situações, ambientes e atividades que sentimos nossa chama interna entrar em erupção, ficar em sintonia com o todo, sentir aquela vibração que todos nós deveríamos saber quais momentos podemos desfrutá-la.
São nesses momentos, atividades, situações que nos tornamos divinos, conectados com Deus.
Você sabe quais são estes momentos?

Será no seu ambiente de trabalho que você cumpre ordens e obrigações e tem que atingir metas, resultados que você não sente que faz parte dos seus valores?
Será no caminho entre sua casa e o trabalho em uma cidade que o trânsito é infernal?
Será nas filas de espera dos restaurantes, shoppings, entrada de shows, cinemas que o barulho das pessoas preocupadas em se comportar pirotecnicamente, todas vestidas dentro do padrão com suas roupas enlatadas compradas nos Outlets dos Estados Unidos se exibindo com seus smart phones e i-Pads?
Nesse momento estou escrevendo em companhia do meu parceiro de vários posts, Her Mozart., mais precisamente a Sinfonia 25 em Sol menor, para os mais leigos, é a abertura da grande obra prima do cinema , Amadeus. Este homem é um gênio, e ninguém duvida. Escutando qualquer peça dele, podemos sentir sua alma, sua vida, seu sentimento em cada nota musical, como fosse um pincelada de um quadro de Monet, transcendendo nossa alma para um nível superior da existência humana.
Gostaria que você refletisse sobre isso em suas vidas, no seu trabalho, na sua família. O simples é muito mais rico em conteúdo do que a pirotecnia que em muitas vezes as organizações e as pessoas transformam suas vidas. No mundo atual tem muita espuma e pouco conteúdo. Tem muito barulho por nada. O que vale é fazer “ marketing” pois o resto as pessoas conseguem enganar.
É assim que queremos viver nossas vidas?
Será esse o legado que você quer deixar para seus descendentes?  

Vá ao cinema apreciar esta obra prima, reflita por si mesmo e compartilhe com todos seus sentimentos neste espaço virtual.







 
Quando estamos inspirados por um grande propósito, um projeto extraordinário, todos os nossos pensamentos ultrapassam seus limites. Nossa mente transcende suas limitações, nossa consciência se expande em todas as direções e nos encontramos num mundo novo, grande e maravilhoso.

Sutras Yogas de Patanjali

Desperte o Artista que existe dentro de você!!!




Comentários

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os Alienistas

Tudo começou em 1995, na final da Supercopa São Paulo de Juniores. Após o gol de ouro que deu o título ao Palmeiras, os palmeirenses invadiram o gramado para comemorar e foram provocar os são paulinos, que, aproveitando a pouca presença de policiais, invadiram o gramado, transformando o campo de jogo na primeira batalha campal entre torcidas organizadas transmitidas ao vivo pela TV. 
As consequências foram a morte do garoto Márcio Gasparin, a condenação de Adalberto Benedito do Santos e, pela primeira vez, as organizadas Mancha Verde e Independente foram extintas pelo promotor público Fernando Capez, que comentou na época: “Era necessário um tratamento de choque.”
Como na belíssima obra O Alienista, de Machado de Assis, a partir dessa época começou a batalha dos Alienistas contra a festa popular nas arquibancadas do Brasil. Depois dessa medida, as bandeiras, instrumentos, faixas, papéis picados, rojões, fogos de artifício, sinalizadores foram proibidos, além de não poder vender cerveja.…

O Dono e os Chefs

Após sete mudanças de treinadores em apenas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro da Série A, vários colunistas estão criticando o que já é recorrente na gestão do clubes brasileiros, a troca de treinadores por maus resultados ou expectativas não alcançadas.
Para tentar ilustrar de uma forma mais lúdica as consequências deste comportamento inaceitável dos gestores esportivos, convido o leitor a ler a seguinte historia:
O Dono e os Chefs
Uma churrascaria acaba de trocar de dono no início de dezembro e, como o negócio não ia bem, o dono resolveu trocar de churrasqueiro, pois os clientes estavam reclamando da qualidade da comida, tanto que as vendas estavam baixas recentemente.
O novo mestre churrasqueiro, juntamente com o dono, estavam com várias ideias e decidiram aumentar a variedade de carnes no cardápio. No começo do ano a curiosidade dos clientes fez com que aumentassem as vendas mas,  após 3 meses, os clientes já perceberam que a qualidade e a expectativa com o novo churrasqueiro fi…

Os fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores parte 2 : Precificação

Na semana passada iniciei uma série de posts referentes aos fatores que impactam na percepção de valor dos torcedores. O próximo fator que gostaria de compartilhar com vocês é a precificação dos ingressos.
Como ponto de partida dessa análise, vamos avaliar o comportamento do torcedor do São Paulo em alguns jogos no Morumbi:
23/03/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 1 x 0 Botafogo de Ribeirão Preto Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 3.118 Renda Bruta: R$ 123.026 Ticket Médio: R$ 39,49
06/07/2016 – Copa Libertadores da América São Paulo 1 x 2 Atlético Nacional (semi final) Dia da semana: quarta feira Horário: 21:45h Público Pagante: 61.766 Renda Bruta: R$ 7.526.480 Ticket Médio: R$ 121,85
22/10/2016 – Campeonato Brasileiro São Paulo 2 x 0 Ponte Preta Dia da semana: sábado Horário: 17:00h Público Pagante: 49.673 Renda Bruta: R$ 600.541 Ticket Médio: R$ 12,09
12/02/2016 – Campeonato Paulista São Paulo 5 x 2 Ponte Preta Dia da semana: domingo Horário: 17:00h Público Pagante: 50.952 Renda Br…