Pular para o conteúdo principal

Calendário - Parte 3




Proposta de Calendário Futebol Brasileiro
Depois de estruturados os Calendários Mundiais e Continentais, eu considero que o atual modelo de calendário adotado no Brasil está em partes de acordo com o modelo que deve ser implementado. Tenho algumas sugestões de mudanças para potencializar arrecadações, melhorar a qualidade técnica e, consequentemente, o espetáculo em si, atraindo mais torcedores para o estádio e maiores arrecadações em patrocínios. Acredito que para ser viável esta alteração, o ideal é a criação de um Liga Nacional que administraria as 03 divisões, desta forma a Liga ganharia peso em um provável conflito de interesse com as Federações Estaduais.


Troféu Série A



1) Campeonato Brasileiro
Sugiro Manter a Fórmula de Disputa com 20 equipes e todas as equipes que disputarem as sérias A, B e C  não disputarão os estaduais. O período de disputa será de Setembro a Maio, em 38 semanas.
Com esta primeira medida implementada, vamos às propostas para cada uma das 3 divisões:

Série A

·     Campeão do Primeiro Turno e o Campeão do Segundo Turno farão uma final em jogo único em local pré- estabelecido utilizando o sistema de desempate similar às demais finais em jogo único ( prorrogação e decisão por penalidades).
·     O sistema de classificação para Taça Libertadores da América, Copa Sulamericana e os 4 rebaixados permanecem inalterados, mantendo a soma de pontos dos 02 turnos.



Benefícios

·    Possibilidade de manter a motivação entre todas as equipes durante toda a temporada
·    Maiores oportunidades de arrecadação com a criação da final em jogo único, com a possibilidade de maior exposição da marca e aumento do número de torcedores em estados fora dos grandes centros
·    Aumento da qualidade técnica dos jogos com o calendário estendido
·    Os jogos disputados durante o auto verão ( janeiro e fevereiro ), deverão ser disputados durante a semana ou no sábado à noite.



Troféu Série B


Série B

·    Manter a fórmula de disputa atual, 20 equipes jogando em turno e returno com os 4 primeiros colocadas se classificando para a Série A e os 4 últimos rebaixados para a Série B.



Troféu Série C



Série C

·         Participantes : 20 equipes

04 equipes rebaixadas da Série B

04 equipes que participaram do octogonal final e não subiram para a Série B

12 equipes classificadas dos Torneios Regionais do ano anterior



·         Fórmula de Disputa



o    Primeira Fase: jogos entre todas as equipes em turno único, classificando-se para o octogonal final as 8 primeiras equipes.



OBS: As 12 equipes que não se classificarem disputarão os estaduais no ano seguinte.



o    Segunda Fase: as 8 equipes jogam entre si em turno em returno, classificando-se para a Série B as 4 melhores colocadas.



Benefícios

·    Maior estímulo na disputa para os participantes dos Campeonatos Estaduais e Regionais
·    Menor custo de viagens
·    Sistema de disputa que premiará as melhores equipes
·    Maior qualidade técnica dos jogos



Troféu Copa do Brasil



2) Copa do Brasil

·    Participantes

60 equipes (20 equipes das séries A, B e C)



·         Fórmula de Disputa



o    Primeira Fase

o    Participantes  – 40 equipes (20 equipes da Série B e C )

o    Jogos de ida e volta em sistema eliminatório com o sistema de gol marcado na casa do adversário como critério de desempata em caso de empate de pontos e saldo de gols.



o    Segunda Fase

o    Participantes – 32 equipes (20 equipes classificadas da Primeira Fase mais 12 últimos classificados da Série A do ano anterior )

o    Jogos de ida e volta em sistema eliminatório com o sistema de gol marcado na casa do adversário como critério de desempata em caso de empate de pontos e saldo de gols.



o    Terceira Fase

o    Participantes – 16 equipes classificadas da Segunda Fase

o    Jogos de ida e volta em sistema eliminatório com o sistema de gol marcado na casa do adversário como critério de desempata em caso de empate de pontos e saldo de gols.



o    Oitavas de Final
o    Participantes – 16 equipes (8 equipes classificadas da Terceira Fase mais as 8 primeiras equipes melhores classificadas da Séria A do ano anterior )
o    Jogos de ida e volta em sistema eliminatório com o sistema de gol marcado na casa do adversário como critério de desempata em caso de empate de pontos e saldo de gols.




o    Quartas de Final

o    Participantes – 8 equipes classificadas das Oitavas de Final
o    Jogos de ida e volta em sistema eliminatório com o sistema de gol marcado na casa do adversário como critério de desempata em caso de empate de pontos e saldo de gols.



o    Semi Final

o    Participantes – 4 equipes classificadas das Quartas de Final

o    Jogos de ida e volta em sistema eliminatório com o sistema de gol marcado na casa do adversário como critério de desempata em caso de empate de pontos e saldo de gols.


o    Final

o    Participantes – 2 equipes classificadas da Semi Final

o    Jogo único em local pré- estabelecido utilizando o sistema de desempate similar às demais finais em jogo único ( prorrogação e decisão por penalidades).

  

Benefícios do novo sistema da Copa do Brasil

·   Menor número de equipes aumentando a qualidade técnica dos jogos
·    Possibilidade de participação, à partir das Oitavas de Final de todas as equipes da Série A, incluindo as que participarão da Taça Libertadores da
·    Final em jogo único, no mesmo sistema do UEFA Champions League, com a possibilidade de alavancar maiores arrecadações por parte de todos os envolvidos, maior equilíbrio de chances para ambas as equipes
·    Disputa do torneio durante toda a temporada, abrindo maior espaço no calendário, sem sobrecarregar os jogadores, o que aumenta a qualidade técnica dos jogos, beneficiando o espetáculo.



3) Recopa do Brasil
O Campeão do Campeonato Brasileiro e da Copa do Brasil abrem a temporada seguinte em jogo único em local pré- estabelecido utilizando o sistema de desempata similar às demais finais em jogo único ( prorrogação e decisão por penalidades).

Benefícios

·     Este jogo pode ser marcado em estados fora dos grandes centros para exposição da marca em outros mercados
·     Criar maior interesse por parte das equipes para que disputem este título com todos   os jogadores titulares
·     Aumento de arrecadação
·    Iniciar a temporada com um jogo com maiores expectativas e motivação


Estamos chegando no final da série calendários. Na próxima semana irei concluir as propostas com os campeonatos regionais.

Aguardo comentários e sugestões de vocês para enriquecer o debate.

Comentários

  1. Bense, suas ideias sempre são ótimas! Fico imaginando que elas acabam sendo incompatíveis à corja que está à frente de nosso futebol.

    Mas sempre serve de inspiração!

    Parabéns por mais outras inspirações!

    Beijo.
    Adriano Paciello

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os desafios dos Programas de Sócio Torcedor no Brasil

Durante a semana foi divulgado queda no programa sócio torcedor do Flamengo. De acordo com o blog do Rodrigo Mattos a  falta de jogos com torcida da Libertadores e o esvaziamento do Carioca são os principais pontos de abandono. O departamento de marketing identificou outros problemas: falta de um estádio, política de preços de ingressos para jogos jogos de menor apelo, o sistema de atendimento do torcedor e as vantagens oferecidas ao membro que se associa, além de reclamações com política de diretoria.
Desde o ano passado estamos notando uma estagnação deste tipo de programa na grande maioria dos times brasileiros. Participei de um projeto visando melhorias para um dos maiores programas do gênero em um time da cidade de São Paulo, onde fizemos grupos focais e pesquisas on line, mas muitas das sugestões não foram implementadas.
O que pude perceber na opinião dos torcedores que responderam a pesquisa foram sugestões de melhorias de atendimento, mais serviços, produtos e experiências, além…

Pizzaria Paulista

A rede Pizzaria Paulista, criada em 1902, vem a público divulgar o balanço das suas 16 franquias espalhadas no estado de São Paulo no período de 17 de janeiro a 11 de março de 2018.
Em 2018 tivemos as 3 tradicionais franquias da capital, juntamente com uma das mais famosas unidades, que fica no litoral. Além dessas 4 tradicionais franquias,  constam no balanço unidades de cidades com bom nível de renda per capta e com populações elevadas, sendo duas unidades na Grande São Paulo, mais duas unidades na cidade de Campinas, além de uma unidade em Ribeirão Preto, Araraquara, Sorocaba entre outras ricas cidades do interior paulista.
Em 2018, mesmo com a rede presente nas principais regiões do estado, tivemos uma redução de 9% na presença de clientes. Foram 70 mil pessoas a menos do que no ano passado, primeiro ano após a redução no número de franquias.
Além dessa redução, perdemos R$ 700 mil reais em faturamento bruto, 2% menor do que 2017. Por outro lado o ticket médio subiu 7% , R$ 2,60 a ma…

Hoje é dia de Derby

Derby, uma palavra inglesa que acompanhada dos grandes rivais Palmeiras e Corinthians, cria vida própria. As emoções que remetem a este grande clássico do futebol mundial transcendem as quatro linhas, os 90 minutos, o estádio e, em vários casos, se transformam em lendas, epopeias, grandes batalhas. Vilões se transformam em ídolos e vice versa, menos que por efêmeros momentos. Jogos como estes são capazes, como na vida real e não por acaso, de mudar o rumo dos times nos campeonatos, inverter completamente o estado de espírito, de autoconfiança reinante em cada um dos lados. São raros os confrontos que possuem esse poder mágico de mexer com toda uma cidade, uma nação e que, por 90 minutos, se transformam na coisa mais importante da vida. Muitos podem estar perguntando qual a origem desse termo dentro do futebol. Segue abaixo uma versão resumida que encontrei na internet:
A origem vem da palavra "derby" – ou dérbi, segundo o aportuguesamento da palavra original inglesa, proposto p…