Pular para o conteúdo principal

As Cinco Colunas

As cinco colunas 06/11/11

 
Como faço todas as semanas, estive no Palestra Itália durante a semana e a cada etapa da obra que vai tomando forma, fico imaginando quanto esta reconstrução irá significar para o Palmeiras. Até a semana passada observava a construção da parte do conjunto poliesportivo da Rua Turiaçú e o prédio administrativo da Avenida Francisco Matarazzo e já sentia o ar de renovação no ar mas, ao entrar no clube nesta semana, pela primeira vez foi possível observar as primeiras cinco colunas de sustentação da  nova Arena Palestra.


A emoção que senti foi totalmente diferente do que até então. Foi passando um filme na minha cabeça desde a votação dos sócios para aprovar a Arena,os primeiros dias das obras, as dificuldades impostas pelas ratazanas que habitam o Palmeiras para tentar parar a obra, a falta de conhecimento da imprensa para informar com correção os leitores, etc.


Por mais que exista a necessidade de renovação em todos os seus estados dentro do clube, ao ver o estádio, as quadras e a parte social serem demolidas me deu um certo ar de melancolia e ao mesmo tempo sentia uma força maior para ver o gigante Palmeiras se renovar e exorcizar seus demônios.



Palestra Itália em obras
Devido ao péssimo momento atual que o Palmeiras está atravessando em quase todas as suas instâncias, ao ver o estádio e o clube com escombros espalhados, o sentimento do torcedor Palmeirense em muitas vezes é de desespero, desolação, falta de esperança, como o sentimento de Perry no corredor da morte no célebre livro A Sangue Frio de Truman Capote.



Desde o último dia 24 de outubro, o dia na nova arrancada heroica, os ventos aos poucos começaram a mudar de rumo e ao ver as cinco colunas imponentes no antigo local das numeradas no meio das Palmeiras Imperiais, a sensação de que o Gigante Palmeiras está ressurgindo ficou literalmente mais concreta.


As cinco colunas estão lá para mostrar ao mundo que, apesar de todas as tempestades enfrentadas pelo Palmeiras, estamos ressurgindo em corpo e em alma. As colunas que irão sustentar o renascimento deste clube que nunca deixará de ser grande apesar dos Lilliputs que hoje estão dominando o conselho.



 
As cinco colunas representam muito mais do que cimento e ferro, representam a alma de uma torcida que não deixará nunca de acreditar no impossível, desde os difíceis anos da fundação, da tentativa de invasão durante a segunda guerra mundial, da mudança de nome, das pessoas com pensamento pequeno, egoísta e mesquinho que ainda poluem a aura do clube.


As colunas têm um significado além do real, elas representam a ligação com o divino, que neste caso tem nome e sobre nome, Ademir da Guia e os Deuses Palmeirenses encarnados ou desencarnados que estão reconstruindo o Palmeiras como a Fênix.

As divinas colunas no céu

Comentários

  1. Muito bom!
    Precisamos de um pouco de otimismo e vontade! O pessimismo nos domina desde a década de 80. O que vem de bom nesses casos são lances de sorte, como a Parmalat. Não podemos mais arriscar essas coisas. Temos que fazer nosso destino.

    ResponderExcluir
  2. Salve, Bense, e que as cinco colunas tragam mais para todos nós, palmeirenses, e não um gol do Grêmio aos 46 do segundo tempo!

    Parabéns por mais um texto!

    Adriano Paciello

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Os desafios dos Programas de Sócio Torcedor no Brasil

Durante a semana foi divulgado queda no programa sócio torcedor do Flamengo. De acordo com o blog do Rodrigo Mattos a  falta de jogos com torcida da Libertadores e o esvaziamento do Carioca são os principais pontos de abandono. O departamento de marketing identificou outros problemas: falta de um estádio, política de preços de ingressos para jogos jogos de menor apelo, o sistema de atendimento do torcedor e as vantagens oferecidas ao membro que se associa, além de reclamações com política de diretoria.
Desde o ano passado estamos notando uma estagnação deste tipo de programa na grande maioria dos times brasileiros. Participei de um projeto visando melhorias para um dos maiores programas do gênero em um time da cidade de São Paulo, onde fizemos grupos focais e pesquisas on line, mas muitas das sugestões não foram implementadas.
O que pude perceber na opinião dos torcedores que responderam a pesquisa foram sugestões de melhorias de atendimento, mais serviços, produtos e experiências, além…

Pizzaria Paulista

A rede Pizzaria Paulista, criada em 1902, vem a público divulgar o balanço das suas 16 franquias espalhadas no estado de São Paulo no período de 17 de janeiro a 11 de março de 2018.
Em 2018 tivemos as 3 tradicionais franquias da capital, juntamente com uma das mais famosas unidades, que fica no litoral. Além dessas 4 tradicionais franquias,  constam no balanço unidades de cidades com bom nível de renda per capta e com populações elevadas, sendo duas unidades na Grande São Paulo, mais duas unidades na cidade de Campinas, além de uma unidade em Ribeirão Preto, Araraquara, Sorocaba entre outras ricas cidades do interior paulista.
Em 2018, mesmo com a rede presente nas principais regiões do estado, tivemos uma redução de 9% na presença de clientes. Foram 70 mil pessoas a menos do que no ano passado, primeiro ano após a redução no número de franquias.
Além dessa redução, perdemos R$ 700 mil reais em faturamento bruto, 2% menor do que 2017. Por outro lado o ticket médio subiu 7% , R$ 2,60 a ma…

Hoje é dia de Derby

Derby, uma palavra inglesa que acompanhada dos grandes rivais Palmeiras e Corinthians, cria vida própria. As emoções que remetem a este grande clássico do futebol mundial transcendem as quatro linhas, os 90 minutos, o estádio e, em vários casos, se transformam em lendas, epopeias, grandes batalhas. Vilões se transformam em ídolos e vice versa, menos que por efêmeros momentos. Jogos como estes são capazes, como na vida real e não por acaso, de mudar o rumo dos times nos campeonatos, inverter completamente o estado de espírito, de autoconfiança reinante em cada um dos lados. São raros os confrontos que possuem esse poder mágico de mexer com toda uma cidade, uma nação e que, por 90 minutos, se transformam na coisa mais importante da vida. Muitos podem estar perguntando qual a origem desse termo dentro do futebol. Segue abaixo uma versão resumida que encontrei na internet:
A origem vem da palavra "derby" – ou dérbi, segundo o aportuguesamento da palavra original inglesa, proposto p…