Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2013

A Síndrome do Pequeno Poder

Marc era um garoto que como a grande maioria da sua geração tinha como projeto de vida ter um carro de uma marca e ir trocando de carro de acordo com o seu poder salarial, mas sempre fiel à marca. Devido às condições do momento e também ao seu poder aquisitivo, Marc iniciou e ficou por mais de 20 anos utilizando carros de uma marca alemã.
Como ele era um garoto vindo da periferia, seu sonho de vida até a vida adulta era ter carros alemães por toda a vida, pois era uma marca confiável. Pelo seu zelo e sua índole, Marc sempre teve muitos cuidados com seu carro e também com seu comportamento no trânsito, tanto que quase nunca teve acidentes e muito poucas multas de trânsito. Sempre pagou seus impostos em dia e cumpria com as leis de trânsito perfeitamente.
Já na vida adulta, Marc começou a perceber que aquele carro alemão, que sempre ele foi fiel, o estava limitando, pois com seu carro alemão e seu poder aquisitivo não seria possível atingir distâncias mais longas, conhecer outros luga…

O Pé Esquerdo

Na última quinta-feira presenciamos mais um momento mágico na história do futebol. Em um jogo equilibrado e emocionante, o Atlético Mineiro tentava de todas as formas buscar uma solução que evitasse com que o limitado e disciplinado time do Tijuana conseguisse por várias vezes furar a defesa atleticana. Eis que aos 46 minutos do segundo tempo, após mais uma das tentativas do clube mexicano, o mundo parou dentro do Estádio Independência após o jogador do Tijuana ser derrubado na área atleticana. Nesse momento, o que estaria passando na cabeça dos torcedores atleticanos e também nos demais espectadores da partida? Até o apito inicial, tenho certeza que um filme com final feliz estava pronto na cabeça do atleticano como desfecho esperado e previsível da partida. São nesses momentos que podemos tirar várias reflexões e metáforas desse jogo apaixonante e que já foram repetidas vezes mencionadas por pensadores e jornalistas: “O futebol imita a vida”. E mais uma vez a metáfora da vida se fez pres…